A maioria da população de Barão Geraldo

não sabe o que é futuro sustentável


Ribeirão das Pedras em Barão Geraldo


Apesar dos assuntos ambientais estarem crescendo em importância na nossa comunidade, a compreensão da  responsabilidade ambiental ainda está longe de ser entendida pela população do distrito.
Baseado em levantamento estatístico local, constatamos que menos de 10% da população de Barão Geraldo sabe o que significa futuro sustentável e apenas 5% da população do distrito pratica alguma ação de proteção ao meio ambiente com vistas ao futuro. A maior parte da população conscientizada está entre os alunos adolescentes e muitos criticam as atitudes dos pais, que não fazem nada para preservar o meio ambiente.

A inclusão da proteção ambiental na administração pública é uma realidade muito distante. Somos governados conforme o resultado das estatísticas de popularidade e a preservação do meio ambiente influi nos votos em apenas uma pequena parcela da população. A maioria da população de Barão Geraldo gosta mais dos políticos construtores. Para estas pessoas, o progresso é entendido apenas como crescimento populacional, de prédios e lojas, ou seja, Barão Geraldo está "progredindo" a passos largos.

Apesar dos objetivos das agendas 21 (apenas 2% dos baronenses sabem o que é isto) serem ótimos, quando as regras chegam aos municípios, sofrem pressão contrária. As entidades criadas para cuidarem do meio ambiente têm como dirigentes e conselheiros pessoas "alinhadas politicamente com a situação". No final, estas entidades, a exemplo do Comdema (Conselho Municipal do Meio Ambiente) e Condepacc (Conselho de Defesa do Patrimônio Artístico e Cultural de Campinas) servem para legalizar arbitrariedades políticas nada ecológicas, para desespero das pessoas que conhecem as conseqüências e atuam na preservação ambiental.

No dia 16/07/2007 o Sr. Prefeito garantiu, em reunião com o Grupo SOS Mata Sta. Genebra, que o Poder Público cumpre a determinação legal de tombamento rigorosamente. Na ocasião, a determinação do Condepacc era preservar os 300 metros do entorno da mata. Os integrantes do movimento de preservação da mata saíram satisfeitos da reunião. A lei seria cumprida.
Agora, em junho 2008, o Condepacc, chefiado pelo atual Secretário da Cultura, reuniu-se e quebrou a determinação dos 300 metros. Os ambientalistas estão inconformados, pois agora o Poder Público vai mesmo cumprir a determinação do Condepacc. Os ambientalistas prometem continuar defendendo a mata.

Adalberto Moro


Leia também:

Condepacc aprova loteamento no entorno da Mata Sta. Genebra - junho 2008

SOS Mata Santa Genebra

O caso do cipó da Mata Santa Genebra - março 2008

Vídeo da Mata Santa Genebra - fevereiro 2008

Mobilização popular contra as construções irregulares em Barão Geraldo - novembro de 2007

Anuncie no Barão em Foco

  Mundo
Brasil
Jornais
Política
Economia
Educação
Emprego
Cinema
Fotografia
Opinião
Quem Somos
Contato
Matérias Anteriores
Empresas de Barão Geraldo
Fórum Consultivo de Barão Geraldo
Casa do cidadão Baronense
Carnaval em Barão Geraldo
Centro de Saúde
Conseg de Barão Geraldo
Escolas de Barão Geraldo
Mapas de Barão Geraldo

Mata do Quilombo
Mata Santa Genebra
Meio Ambiente Barão Geraldo
Ciclovia em Barão
Casarão do Barão
Parque Ecológico de Barão Geraldo
Parque Linear Ribeirão das Pedras
Polícia Civil
Polícia Militar
Praças de Barão
Restaurantes em Barão Geraldo
Rio Anhumas
Subprefeitura de Barão
Teatro em Barão Geraldo
Vídeos de Barão Geraldo

Publicidade no Barão em Foco - clique aqui
Fones: (19) 2121-0632  (19) 3044-0101

 

 

Home

Agência 15