Centro de Saúde de Barão Geraldo

O que mais mata no mundo?


Subalimentação, obesidade, sexo sem proteção, colesterol, hipertensão, tabagismo, alcoolismo, má qualidade da água, carência de ferro e inalação de fumaça: essas são as dez maiores causas de morte no mundo.

Esses dez fatores são responsáveis por mais de um terço das 56 milhões de mortes registradas no mundo a cada ano. Quem garante é a Organização Mundial de Saúde, que, em um relatório de mais de 200 páginas, aponta ainda uma série de divergências chocantes. Enqüanto há 170 milhões de crianças em nações pobres muito abaixo do peso - o que causa 3 milhões de mortes anuais -, existe mais de 1 bilhão de adultos acima do peso globalmente, pelo menos 300 milhões deles obesos.

O que mais impressiona é que a expectativa de vida no mundo poderia aumentar apenas com a adoção de ações marcadas pela sensatez. "Muitos desses fatores de risco podem ser revertidos rapidamente, e a maioria dos benefícios pode ocorrer em uma década", diz o relatório. "Os ganhos na expectativa de vida saudável podem aumentar em média 10 anos em países em desenvolvimento e em cinco anos em nações desenvolvidas."

Além de conhecer os quatro fatores que mais roubam anos de vida dos brasileiros - hipertensão, obesidade, álcool e fumo - veja as outras seis maiores causas de mortes anuais no mundo:

Carência de ferro: é responsável por 800 mil mortes por ano. Dois bilhões de pessoas sofrem desta carência no mundo, que mata especialmente bebês e gestantes.

  • Colesterol: o excesso de colesterol é responsável por 4,4 milhões de mortes, isto quer dizer, 7,9% da mortalidade total, e de 18% dos acidentes vasculares cerebrais. Para combatê-lo,l é preciso cuidar da alimentação.
  • Fumaça de combustíveis sólidos (lenha, carvão...) em moradias: utilizados em quase meio mundo, principalmente nos países em desenvolvimento. A falta de ventilação junto com a fumaça, carregada de elementos poluentes, é responsável por 35,7% das infecções respiratórias, por 22% das doenças pulmonares crônicas e por 1,5% dos cânceres da traquéia e de pulmão.
  • Má qualidade da água: junto com a falta de saneamento básico e de higiene, é responsável por 1,7 milhão de mortes por ano - grande parte entre crianças - a maioria provocada pela conseqüente diarréia causada pela água contaminada. A estratégia mais eficaz e barata para combater este risco é ferver a água no momento de sua utilização.
  • Sexo sem proteção: foi a causa de 2,9 milhões de mortes em 2000, principalmente devido à Aids, a quarta causa de morte no mundo, com 40 milhões de pessoas infectadas em todo o mundo, 70 por cento delas na África. Lá, mais de 99% das infecções com o vírus HIV acontecem devido ao sexo sem proteção, e a esperança de vida na África subsaariana, que é de 47 anos, seria de 62 se não fosse esta doença. A solução? O uso de camisinha.
  • Subalimentação: causou 3,4 milhões de mortes no mundo em 2000. Nos países em desenvolvimento, cento e setenta milhões de crianças estão abaixo do peso e mais de três milhões morrem a cada ano.

 

Reuters e Reuters Health - 26/04/2003

 

 

Anuncie no Barão em Foco

  Mundo
Brasil
Jornais
Política
Economia
Educação
Emprego
Cinema
Fotografia
Opinião
Quem Somos
Contato
Matérias Anteriores
Empresas de Barão Geraldo
Fórum Consultivo de Barão Geraldo
Casa do cidadão Baronense
Carnaval em Barão Geraldo
Centro de Saúde
Conseg de Barão Geraldo
Escolas de Barão Geraldo
Mapas de Barão Geraldo

Mata do Quilombo
Mata Santa Genebra
Meio Ambiente Barão Geraldo
Ciclovia em Barão
Casarão do Barão
Parque Ecológico de Barão Geraldo
Parque Linear Ribeirão das Pedras
Polícia Civil
Polícia Militar
Praças de Barão
Restaurantes em Barão Geraldo
Rio Anhumas
Subprefeitura de Barão
Teatro em Barão Geraldo
Vídeos de Barão Geraldo

Publicidade no Barão em Foco - clique aqui
Fones: (19) 2121-0632  (19) 3044-0101

 

 

Home

Agência 15