..
RELEASE DO PRÓXIMO CABARÉ DO SEMENTE – 20 DE MAIO

             No dia 20 de Maio, às 20h, acontecerá mais um Cabaré do Semente, noite de apresentações curtas de diversas linguagens das artes cênicas: teatro, circo, dança e música, no Espaço Cultural Semente, sede do Núcleo de Palhaços do Semente  e  Cia. Paraladosanjos, em Barão Geraldo.

            O Cabaré será conduzido pelo Mestre-de-Cerimônias: Palhaço Adão. Por trás da menor máscara do mundo, está o ator Paulo Federal. Ele se prepara atualmente para estreiar seu novo espetáculo, “Nada”, em Junho, na Europa, e se baseia nele para fazer suas intervenções no Cabaré. Paulo Federal já fez cursos com Palhaços de reconhecido mérito, como: Léris Colombaioni (Itália), Léo Bassi (Espanha), Ricardo Pucetti (Campinas) e Cristiane Paoli Quito (SP), entre outros.

            Além disso, o Cabaré terá ao longo da noite, apresentações de diversas linguagens:

- Guga Cacilhas, ator e poeta, apresenta poesias de sua autoria, e outras de autores como Camões, Manoel de Barros, entre outros.  

- Os Meninos do Barão apresentam a coreografia "Que réiva!"

Uma brincadeira na hora da raiva, num suposto hospital, talvez psiquiátrico, na hora do banho de sol. A idéia vem da música de Ana Carolina - Impllicante.

Os Meninos do Barão é um grupo de meninos do projeto ABAMBA e que atualmente apresenta o show "Os Meninos do Barão sob nova produção". No projeto os meninos têm três aulas diárias, práticas e teóricas de dança (Clássico, Moderno, Contemporâneo, Jazz), teatro, circo, artes, música, canto, anatomia, cidadania, história da dança, além de uma média de 35 apresentações por ano. Existe uma parceria entre a ABAMBA e  os atores do Espaço Cultural Semente, que dão aulas no projeto.

- Palhaço Gonçalves, com Ivens Cacilhas – “Bambi Jump” é resultado do curso “O Clown Através da Máscara” ministrado por Sue Morrison em 2004. O Palhaço Gonçalves numa imensurável vontade de aparecer, arrisca a própria vida para agradar a platéia.

- Grupo de dança Hadler Maria em “Exercício para engolir o choro” - E se de repente descobrisse que de teu choro convulsivo e urgente as lágrimas são de água pura? As gotas que deixas cair rolando face abaixo deixando rastro em teu rosto e caindo sobre teu colo não são nada mais do que água... água que bebes de um copo e que quando ninguém olha pingas em teu rosto borrando a maquiagem, te fazendo chorar, chorar. Cresce então tua sede, procuras por copos e jarras e baldes d'água que voam pelos ares... que é pra ver se o peito transborda e explode. Explode pra se transformar em mil pedacinhos e se espalhar pelo ar para que se transforme em som... naquela música que ouvia há pouco.

- Os Palhaços Caixinha e Gergelim, com Ana Elvira Wuo e Luciano XXXX -  “Alegro” mostra as ingenuidades, atrapalhações, brincadeiras, músicas e muitas coisas mais, revelando que a estupidez humana, os erros e as falhas se transformam em arte. A arte de fazer rir.

- Grupo Peleja apresenta dois solos: “Esboço de Bricadeira” com Lineu Guaraldo e “Vem Ver o Belo Luar” com Tainá Barreto. O primeiro solo, baseia-se em momentos, figuras e brincantes do Cavalo-Marinho da Zona-da-Mata Norte pernambucana. Através de figuras como Nêgo Mateus, Soldado da Gurita, Véia do Bambu e Seu Ambrósio, o ator busca transportar o espectador para o universo onde a brincadeira se dá, contemplando a subjetividade de seus brincantes, seu cotidiano simples e a genialidade expressa em seu fazer artístico. O segundo solo, também é resultado da pesquisa de campo realizada no interior de Pernambuco. Porém, elaborado a partir de elementos não só do cavalo marinho, como também  do frevo e do maracatu rural. A esquete mescla técnicas formais de dança às inspirações populares, inerentes a formação da dançarina formada em dança pela Unicamp.  

- Grupo de Pífanos Flautins Matuá - Influenciado pelas tradicionais bandas de Pífanos e bandas cabaçais, o grupo formado por 17 artistas traz a festividade e as músicas características de manifestações populares Brasileiras ao som de pífanos, vozes, percussão e viola brasileira, baiões, cocos, xotes, arrastapés e músicas próprias compõem o repertório.

- Grupo Tao com Cynthia Margareth – A atriz apresenta uma cena curta desenvolvida durante o workshop “O Ator e a construção cênica” ministrado por Naomi Silman – do LUME Teatro, em fevereiro de 2006. O objetivo desse curso foi trabalhar o material corpóreo-vocal trazido por cada ator e uso deste material em cena.

- Joana de Toledo Piza – “Aves-Rara” é uma cena de diálogo português-curupaco, que trata do tema contemporâneo da nutrição balanceada. A  figura que se apresenta, foi elaborad sob a  orientação de Raquel Scotti Hirson (Grupo LUME) em 2000.

            Não deixe de comparecer e chegue cedo para reservar seu lingresso são apenas 150 lugares.

SERVIÇO

Cabaré do Semente

Quando: Sábado, 20 de maio às 20h.

Onde: Espaço Cultural Semente – Av Sta. Isabel, 2070 (próximo a moradia estudantil) – Barão Geraldo - Campinas - tel: (19) 3289.8011

espacosemente@yahoo.com.br

Quanto: R$12,00 e R$ 6,00 (meia entrada com apresentação de carteirinha estudantil e para aposentados)

No dia, ingressos no local à partir das 19h.

Lotação: 150 lugares.

 

Home

Djweb design