Junho de 2010

Cadê os 31 milhões do Parque Linear Ribeirão das Pedras em Barão Geraldo?

A Prefeitura de Campinas afirmou que o investimento no Parque Linear Ribeirão das Pedras foi de 31 milhões de reais. Onde foi aplicado este dinheiro?
- junho 2010 -

 

Esgoto que a Prefeitura joga no Ribeirão das Pedras na região do Shopping D. Pedro. A quantidade de esgoto é superior à vazão do Ribeirão Resultado do transbordamento do Ribeirão das Pedras na Av. Atílio
Martini em janeiro 2010. Fruto do crescimento insustentável na região.
Ponte sobre o Ribeirão das Pedras na Região da Escola Rio Branco.
Perigo para pedestres e alunos
Resultado do transbordamento do Ribeirão em janeiro 2010. Os
moradores já falam em construir, nas casas, muros resistentes às enchentes
   


O Parque Linear Ribeirão das Pedras recebeu o Prêmio de melhor prática de gestão ambiental de 2010 do Brasil (do Brasil). Pelas fotos acima, dá para imaginar como são os outros 108 parques que concorreram e não ganharam. A prefeitura informou que foram investidos 31 milhões de reais e que as escolas e comunidade participaram.
Após o anúncio do prêmio em março 2010, o parque consistia em um matagal fechado (fotos abaixo). A Sanasa, que já reformou e pintou a sede a AMOC (Associação dos Moradores da Cidade Universitária), podou o matagal. Segundo a AMOC, a poda foi realizada com uma verba que a Sanasa tem para fins ecológicos. Nem a Prefeitura nem a AMOC comentaram sobre os 31 milhões para a comunidade.

Repercussão no distrito:
O Barão em Foco realizou pesquisa de opinião pública na Cidade Universitária sobre a possibilidade de mobilização popular para cobrar da Prefeitura e questionar sobre os 31 milhões de reais, as despesas com a plantação das mudas,  com a ciclovia, o caminho para pedestres e os bancos para descanso. Constatamos que a frequência seria zero, ou seja, ninguém participaria da contestação.

No entanto, em outra pesquisa sobre a possibilidade de uma mobilização popular para os próprios moradores arrumarem o parque plantando mudas e construindo passeios e ciclovias sem se importarem com o destino dos 31 milhões, o resultado foi positivo. Grande quantidade de moradores estão dispostos para trabalhar no parque. A alegação foi de que os beneficiados serão os próprios moradores. É a política Brasil. Ótima para os políticos. Pelo menos, o interesse ecológico está aumentando.

Alfredo Moro Morelli
Redator do Barão em foco


Matérias sobre o assunto:  

EPTV - 19/03/2010

Barão em Foco - março 2010

Conheça o Ribeirão das Pedras em Barão Geraldo

Moradores cuidam do Parque Linear Ribeirão das Pedras
 

   

    

   

Situação do Parque Linear Ribeirão das Pedras na Rua Francisco Zuppi em março 2010, na ocasião do prêmio

 
 
 

 

Anuncie no Barão em Foco

 

Home

Agência 15