O Loteamento da Rossi e o Ribeirão das Pedras em Barão Geraldo


O atual plano do loteamento da Rossi, ao lado do Shopping D. Pedro e do outro lado da Rodovia, será a sentença de morte do Parque Linear Ribeirão das Pedras e da esperada ciclovia de Barão Geraldo devido às águas das chuvas e aumento excessivo de moradores.

O loteamento previsto compreende a figura em vermelho mostrada acima. Se a Mata Santa Genebrinha e a Mata Ciliar que acompanha o Ribeirão das Pedras forem preservadas, resta a figura amarela para o loteamento.
Nesta área, menor que Cidade universitária I e menor que a Cidade Universitária II (comparar no mapa), os loteadores querem construir casas e apartamentos para 24.000 pessoas, número o dobro dos moradores das duas partes da Cidade Universitária juntas. Ou seja, metade da área e o dobro de moradores - adensamento 4 vezes maior em um distrito com congestionamentos de trânsito, falta de creches, Centro de Saúde em situação precária, assaltos, estupros e no Ribeirão das Pedras  não nasce mais nem girino, imagine depois.

Esta não é a vocação desta região de Barão Geraldo. A lei mansur (Lei 11.098 de 2001) do Vereador Ângelo Barreto (PT) e Prefeita Isalene (PT) que alterou a lei 9.199, permitindo construção com 3 pavimentos em terreno inclinado, deveria ser revogada. Agora os Loteadores da Rossi já querem construir com 4 pavimentos. Quem aprovou? Fizeram outra alteração na Lei 9.199?

Para quem já conhece a ETE de Barão Geraldo, saiba que aquela monstruosa construção é para tratar o esgoto de 25.000 pessoas. Gostaria de saber onde vão colocar outra ETE para 24.000 pessoas. A previsão para o futuro do Ribeirão das Pedras como corredor ecológico não é boa. É impossível e inacreditável que a Rossi vai construir uma ETE para 24.000 pessoas, mas é possível que, a exemplo do Shopping D. Pedro, construa uma ETEzinha para constar e o povo paga o tratamento do esgoto em outras ETEs ou o esgoto vai para o rio.

Os empreendedores nacionais constantemente estão coligados com os políticos e conseguem levar adiante empreendimentos contrários aos anseios dos moradores da comunidade onde atuam. Barão Geraldo precisa alterar este ciclo.

Este loteamento seria ótimo se seguisse a lei 9.199, os padrões verdes da Cidade Universitária, não verticalizasse, respeitasse o Parque Linear Ribeirão das Pedras e como contrapartida, participasse da esperada ciclovia do Parque Linear, unindo a prometida ciclovia o início do Parque Linear ao lado do Shopping D. Pedro com a ciclovia ao lado da Escola Rio Branco.
Alguns prédios de 3 andares, conforme a lei mansur, ao lado da Unicamp, para estudantes, seriam interessantes, e trariam algum benefício desta lei, desde que houvesse saída direto para a Unicamp onde tem naquela cerca. Assim os alunos ficariam ao lado da Universidade, como nos alojamentos das universidades do primeiro mundo.

Os representantes do povo:
Alguém consegue imaginar o Sr.
Alair Godoy (Planejamento Campinas) convocar uma reunião dos baronenses no Salão Paroquial e começar falando: "A prefeitura iniciou estudos de um empreendimento de grande porte e queremos compartilhar com a opinião dos moradores da região, por isso chamamos os senhores aqui".
O texto parece uma piada, mas é assim que deveria ser.
Em junho de 2010 houve uma destas convocações sobre o distrito, mas o Sr. Alair mostrou Slides do Aeroporto de Viracopos e outros que não tinham nada com Barão Geraldo. Pura enganação que resultou em revolta dos baronenses.


Audiência Pública
Na terça-feira, dia 10 de abril de 2012 às 17H no IAC haverá Audiência Pública para a população participar do empreendimento da Rossi.

Audiência Pública:
É uma forma de participação e de controle popular da Administração Pública.
A grande maioria da população campineira e baronense desconhece o que é uma Audiência Pública (Estatuto das Cidades Capítulo IV Art. 43 II). Os poucos que conhecem, não comparecem nas Audiências Públicas mesmo se o assunto for de seu interesse. Em muitos casos, o motivo é justificável pela ojeriza política.
Precisamos reverter este quadro. É de interesse dos cidadãos conhecer e discutir com os políticos que estão alterando as leis sobre o local onde você mora, principalmente se o político for lá de longe, não vai sofrer as consequências do empreendimento e nunca mais será visto por aqui.

Participe da Associação do seu bairro. Informe-se.
Não deixe que poucos que você não conhece resolvam por você.
Se seu bairro não tem Associação, forme uma.
Participe da Audiência Pública, só como ouvinte, para ver como funciona e conhecer as pessoas que estão envolvidas com Barão Geraldo. Forme uma opinião baseada em sua experiência!

Alfredo Moro Morelli
Redator do Barão em Foco

Leia Também:

O Ribeirão das pedras em Barão Geraldo


 

 

 

Anuncie no Barão em Foco

  Mundo
Brasil
Jornais
Política
Economia
Educação
Emprego
Cinema
Fotografia
Opinião
Quem Somos
Contato
Matérias Anteriores
Empresas de Barão Geraldo
Fórum Consultivo de Barão Geraldo
Casa do cidadão Baronense
Carnaval em Barão Geraldo
Centro de Saúde
Conseg de Barão Geraldo
Escolas de Barão Geraldo
Mapas de Barão Geraldo

Mata do Quilombo
Mata Santa Genebra
Meio Ambiente Barão Geraldo
Ciclovia em Barão
Casarão do Barão
Parque Ecológico de Barão Geraldo
Parque Linear Ribeirão das Pedras
Polícia Civil
Polícia Militar
Praças de Barão
Restaurantes em Barão Geraldo
Rio Anhumas
Subprefeitura de Barão
Teatro em Barão Geraldo
Vídeos de Barão Geraldo

Publicidade no Barão em Foco - clique aqui
Fones: (19) 2121-0632  (19) 3044-0101

 

 

Home

Agência 15