01 de setembro de 2014

Mortandade dos peixes no Parque Ecológico de Barão Geraldo é Tragédia Anunciada

As horas de lazer que os moradores de Barão Geraldo desfrutam no Parque Hermógenes Leitão não são mais as mesmas. Ao longo de todo o percurso no entorno da lagoa o odor está insuportável e diversos freqüentadores relataram o mesmo mal estar.

A impressão é de estarmos perto de esgoto a céu aberto tamanho é o cheiro ao longo de uma boa caminhada. Qualquer leigo sabe reconhecer cheiro de cocô ou até mesmo esgoto in natura. Certamente a administração do Parque Hermógenes Leitão deve estar providenciando as análises para comprovar o fato, e o mais importante, elucidar a origem deste crônico dano ao meio ambiente.
É de conhecimento público que a Unicamp jogou seu esgoto sem tratamento durante 40 anos na lagoa e somente há três anos a tubulação foi desviada para a ETE de Barão Geraldo.

O que causa preocupação, assim como a poluição da lagoa, é a mortandade de peixes detectada na tarde de domingo, 31 de agosto por volta de 13:30h logo nos primeiros 100 metros que circulam o parque. Dezenas de peixes estão lá mortos!  E o pior: centenas de cardumes são vistos como nunca na flor d’água buscando oxigênio no meio de manchas oleosas.

Na altura dos 700 metros da pista, onde a Unicamp descarregava seu esgoto na lagoa, é possível ver um efluente com águas fétidas de coloração preta que é, no mínimo, suspeita de ser altamente poluidora. É grave a situação e está clara aos olhos de qualquer um...

Em 2010 o Professor da Unicamp, docente da Faculdade de Engenharia Mecânica e do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Osvaldo Sevá, citou em uma publicação que no fundo da lagoa do Parque Hermógenes Leitão existe toda a tabela periódica, que o parque é municipal e quem mais o degradou ao longo dos anos  foi a Unicamp.

Esperamos que o Departamento de Parques e Jardins de Campinas e a Sanasa exerçam ações urgentes em prol da revitalização do Parque Ecológico Professor Hermógenes Leitão antes que todos os peixes morram.

Eduardo A. Pinheiro-Bazém
Ambientalista, fotógrafo e morador de Barão Geraldo

Veja as fotos - clique para ampliar

   
   
   
   
   
   
   
   

Leia também:
Parecer  Técnico da CETESB sobre a água da lagoa.
Vazamento de esgoto no Ribeirão Quati em Londrina rende multa à Sanepar.
Denúncia de rompimento na rede de esgoto gera multa ao Saae de Passos.
Prefeitura do Guarujá multa Sabesp por vazamento de esgoto.

Na Internet há inúmeros casos de Secretarias do Meio Ambiente de Prefeituras que multam a concessionária por vazamentos de esgoto, mas esta prática não é utilizada em Campinas.

Alfredo Moro Morelli
redator do Barão em Foco

Anuncie no Barão em Foco

  Mundo
Brasil
Jornais
Política
Economia
Educação
Emprego
Cinema
Fotografia
Opinião
Quem Somos
Contato
Matérias Anteriores
Empresas de Barão Geraldo
Fórum Consultivo de Barão Geraldo
Casa do cidadão Baronense
Carnaval em Barão Geraldo
Centro de Saúde
Conseg de Barão Geraldo
Escolas de Barão Geraldo
Mapas de Barão Geraldo

Mata do Quilombo
Mata Santa Genebra
Meio Ambiente Barão Geraldo
Ciclovia em Barão
Casarão do Barão
Parque Ecológico de Barão Geraldo
Parque Linear Ribeirão das Pedras
Polícia Civil
Polícia Militar
Praças de Barão
Restaurantes em Barão Geraldo
Rio Anhumas
Subprefeitura de Barão
Teatro em Barão Geraldo
Vídeos de Barão Geraldo

Publicidade no Barão em Foco - clique aqui
Fones: (19) 2121-0632  (19) 3044-0101

 

 

Home

Agência 15