O Programa de Eficiência Energética da

ANEEL beneficia Barão Geraldo
 

A CPFL está trocando as lâmpadas a vapor de mercúrio por vapor de sódio na iluminação pública.  As lâmpadas de sódio iluminam mais e consomem menos. A troca das Lâmpadas vai proporcionar aumento de 50% na luminosidade e ainda uma economia para a Prefeitura de até 30% no consumo.

O contrato de concessão firmado pelas empresas concessionárias do serviço público de distribuição de energia elétrica, com a ANEEL (Agência Nacional de energia Elétrica), estabelece que devem aplicar anualmente o montante de no mínimo 0,5 % de sua receita operacional líquida, em ações que tenham por objetivo o combate ao desperdício de energia elétrica.

As diretrizes para elaboração dos Programas são definidas na Lei nº 9.991, de 24 de julho de 2000. As resoluções da ANEEL, específicas para eficiência energética, poderão ser lidas em:
http://www.aneel.gov.br/27.htm

As lâmpadas a vapor de sódio possuem uma vida útil média de 24.000 horas, ou seja, uma vida 60% maior do que as à vapor de mercúrio. Essa troca visa uma economia no consumo, pois as a vapor de sódio gastam menos energia do que as de mercúrio. Para completar o benefício, as lâmpadas a vapor de mercúrio possuem um componente tóxico que agride o meio ambiente, sendo que as a vapor de sódio não. Melhorar a iluminação é também questão de segurança. Portanto, esta troca só trará benefícios para o distrito.

Ainda não conseguimos apurar se, com esta economia, o valor da Contribuição Custeio Iluminação Pública, constante nas conta de luz, será diminuída e o que a Prefeitura irá fazer com o dinheiro economizado.

A. Morelli

 

Home

Djweb design