Lixo na Educação (ou Educação no Lixo)
- característica do 3º mundo -
- setembro 2009 -


Muitas crianças crescem
achando que lixo em todo lugar é normal


Como é "normal"
,  o número de reclamações pedindo limpeza para a Prefeitura tende a diminuir, isto favorece a continuidade do ciclo vicioso de lixo em todo lugar.  E la nave va.
 
Outro fato desagradável é que a população que se preocupa com o lixo é incentivada a fazer mutirões de limpeza. Os que participam dos mutirões se sentem felizes, pois são induzidos a acreditarem que isto é a cidadania participativa.
É o nosso país: o poder público não limpa, não educa limpar, ocasionalmente faz um mutirão, vira festa, o povo fica feliz e o político ainda ganha votos.

Lembramos que cidadania consiste na manifestação ativa do cidadão em requerer os seus direitos e cumprir com seus deveres de forma participativa, visando sempre o bem comum. Podemos começar requerendo os direitos defendendo o local que escolhemos para viver lendo e exigindo o cumprimento da Seção XII do Estatuto das Cidades. Podemos começar a cumprir com nossas obrigações não elegendo mais construtores de castelos.
 
Na Rua José Martins, próximo do Colégio Objetivo, podemos observar muito lixo na rua. Na Escola Estadual Hilton Federici também. Este visual é "normal", poucos reparam e apenas alguns pedem providências:
 

Escola Federici Rua José Martins Em frente ao Objetivo
     
Falta de guia para água da chuva Calçamento ruim e acostamento sujo Lixo na rua
     

Barão em Foco

 

 

Home

Djweb design