EU NÃO SEI VOCÊ

Eu não sei você,
Mas eu, quando chega a Primavera,
Procuro nas flores o perfume, que você emanava.
Como as abelhas, vou procurar o néctar, que ainda lhe faltava,
Mas a chuva, o adubo não foram suficientes para ajudá-las
A produzir o aroma que eu adorava.

Eu não sei você,
Mas eu, no verão,
Pra compensar a falta do seu calor,
Busco sempre o sol pra me aquecer.
Porém, mesmo com todo o seu poder,
Ele já não me aquece com o mesmo ardor.

Eu não sei você,
Mas eu, quando chega o Outono,
Me sinto como as árvores,
Que ficam quase nuas,
Sentindo a falta de suas folhas,
Que caíram pelas ruas

Eu não sei você,
Mas meu inverno é mais frio, quase gelando,
Meus dias mais curtos,
Minhas noites mais compridas,
Todas mal dormidas,
Nelas fico imaginando,
Como poderia ser, juntos, nossas vidas

Eu não sei você,
Se ainda procuras estrelas na lua alta,
E se ainda sentes minha falta,
Ou se ainda tens vontade de me ver.
Ma eu, durante o ano todo, em qualquer estação,
Sinto muito a ausência do meu bem querer,
E tua ausência, deixa vazio meu coração.

Pedrinelli
Outubro, 2004

 

 

 

 

Anuncie no Barão em Foco

  Mundo
Brasil
Jornais
Política
Economia
Educação
Emprego
Cinema
Fotografia
Opinião
Quem Somos
Contato
Matérias Anteriores
Empresas de Barão Geraldo
Fórum Consultivo de Barão Geraldo
Casa do cidadão Baronense
Carnaval em Barão Geraldo
Centro de Saúde
Conseg de Barão Geraldo
Escolas de Barão Geraldo
Mapas de Barão Geraldo

Mata do Quilombo
Mata Santa Genebra
Meio Ambiente Barão Geraldo
Ciclovia em Barão
Casarão do Barão
Parque Ecológico de Barão Geraldo
Parque Linear Ribeirão das Pedras
Polícia Civil
Polícia Militar
Praças de Barão
Restaurantes em Barão Geraldo
Rio Anhumas
Subprefeitura de Barão
Teatro em Barão Geraldo
Vídeos de Barão Geraldo

Publicidade no Barão em Foco - clique aqui
Fones: (19) 2121-0632  (19) 3044-0101

 

 

Home

Agência 15