Prestação de contas de 2006


Terminado o nosso segundo ano na administração da Subprefeitura de Barão Geraldo, colocamos como dever a prestação de contas das ações e atividades realizadas no distrito, a fim de promover uma maior interação, vinculo e comprometimento com a população.

Assim, além de estarmos resolvendo demandas de 20 anos – calçamento da Rua do Xadrez, pavimentação do acesso ao pólo tecnológico, ampliação da drenagem de diversas ruas, recuperação da iluminação e paisagismo do Balão de entrada do distrito (todas estas em parceria com a iniciativa privada) – temos como nossa maior conquista a implantação de um novo modelo de gestão da subprefeitura. Esse novo modelo tem como objetivo estreitar a relação com a população e o poder publico municipal, atendendo e servindo melhor a população. Cabe aqui, abrir um parêntese e agradecer tanto o prefeito Dr. Helio e todo o secretariado que acreditaram e nos deram suporte para iniciativa.

Buscamos, ao promover as mudanças, aproximar o poder público do cidadão, transformando a subprefeitura em um órgão multisetorial, mais preparada, eficiente e atendendo com uma maior agilidade e qualidade as expectativas e anseios daqueles que vivem no distrito. Levamos em conta, além de eficácia e efetividade, as particularidades culturais e necessidades especificas de seu território. Para isso criamos um modelo de gestão que oferece um atendimento integrado (intersetorial) para as demandas existentes.

Desta forma, agregamos aos serviços da subprefeitura – além daqueles referentes a manutenção do distrito - a prestação de assistência jurídica, Esportiva, Educacional, Social e Comunitária.

Realizadas as mudanças verificamos que, além de melhor atendermos os anseios da população, acabamos por favorecer a gestão de governo que acabou se tornando mais presente, e serviu de forma mais eficiente e eficaz aos anseios dos munícipes.

Partimos do princípio de que uma ação governamental que não leve em consideração a multiciplinidade das demandas, estará fadada ao fracasso e/ou ao desgaste político. Assim, é certo que não basta à execução de uma obra, é necessário um conjunto de ações para que haja eficiência e eficácia em sua implantação. A dinâmica e complexidade das demandas exigem uma reorganização governamental que deverá ter uma atuação integrada dos diversos setores, como foi implementado com sucesso no distrito de Barão Geraldo.

Evitamos assim que ocorresse uma ruptura de comunicação entre as necessidades da população e as ações da prefeitura. Evita-se o isolamento administrativo, centralizado, e a ocorrência de ações frias, vindas de "gabinetes" que não levam em conta as peculiaridades do cotidiano e características da população regional. Em outras palavras, acabam-se gerando ações de interesse publico, mas que se tornam problemas, uma vez que não estão moldadas com as características da região – sendo alvos das mais diversas reclamações da comunidade local.

Notamos que quando as ações de governo são colocadas em prática, elas podem sofrer desgaste ou rejeição pela sua forma e o seu procedimento de implantação e não sobre o conteúdo ou finalidade. Notamos também que, na pratica, a forma e o procedimento prevalecem sobre o conteúdo.

Com esse novo modelo implantado adequamos à forma e o procedimento à realidade local, evitando desgastes. Como exemplo, podemos citar a implantação de um radar, que cercados de certos cuidados antes de sue funcionamento evitaria uma serie de desgastes.

Outro fator importante é que pudemos ouvir diretamente dos munícipes e o que eles realmente querem em seu bairro e de que forma isso poderia se concretizar. Através dessa aproximação resultou uma série de ações simples e de grande utilidade, como a ampliação do numero de alunos em uma escola publica municipal - além de encaminharmos uma proposta para secretaria de educação para instalação de um modulo na região do Village – tudo em conjunto com os atores que compõe a comunidade local.

Com a população participando estamos resolvendo demandas simples mas que perduravam por 20 anos.

Do mesmo modo, com essa nova forma de gestão, pudemos diagnosticar que um dos grandes problemas enfrentados pela população carente de Barão Geraldo é a falta de documentação pessoal. Assim de nada adianta colocarmos programas públicos de assistência social ou mesmo aumentar a oferta de empregos se o individuo nem documentação possui.

Outro fator importante foi à aproximação e a parceria com as universidades, que resultou em ações efetivas e de grande relevância, não só para o distrito, mas para a formação profissional e cidadã dos alunos. Desta forma, desenvolvemos com a Facamp, um trabalho com os alunos de jornalismo que criaram (matérias na radio e imprensa escrita); os aprendizes de direito prestaram (assistência judiciária); e os futuros publicitários idealizaram o logotipo da subprefeitura, da campanha de transito e da tradicional volta da independência.

Com a Unicamp foi celebrado o convenio do parque amigo, a campanha de transito, e realizado estudo de urbanismo e readequação viária de BG. Já em relação à Puccamp, foram feitos trabalhos para revitalização do ribeirão das pedras e a construção do acesso da avenida que liga o pontilhão do Shopping D Pedro a Unicamp. Mesmo não fazendo parte do nosso distrito desenvolvemos com a Unip um levantamento do inventário do distrito com os alunos de turismo.

Assim, implementamos um novo modelo de gestão baseada e fundada na descentralização da administração pública, promovendo a interação dos diversos setores, tanto da municipalidade como da sociedade com a subprefeitura.

Queremos fazer mais, implantar núcleos multisetoriais, elaborar um calendário do distrito, centro de vivencia do idoso (com esporte, lazer cultura, educação e atividades artesanais), laboratório cientifico mirim, centro da cidadania, etc.

São pontos importantes, que adequados a uma nova agenda do gestor, aproximam a municipalidade da população criando um comprometimento dos cidadãos com o distrito. Ao mesmo tempo em que se aumentam as responsabilidades e atribuições do poder publico, esse modelo gera maior comprometimento da população, através de uma relação de co-responsabilidade.

Desta co-responsabilidade entre administração pública e cidadãos tem-se a mudança da conjuntura regional e da atitude destes frente ao seu papel, fazendo com que o munícipe não só usufrua de sua região, mas que ele a assuma como sua.

Ou seja, buscamos desenvolver, na pratica, o conceito de cidadania – Com direitos e deveres - transformando a região em um lugar mais limpo, ordeiro, seguro, humano e com cidadãos comprometidos.

Assim ao realizarmos mudanças na administração da subprefeitura de Barão Geraldo, criamos ferramentas que possibilitaram uma atuação administrativa livre de praticas clientelistas e paternalistas, uma administração atuante de forma livre e desembaraçada e amparada pela participação dos diversos setores do poder público e da sociedade.

Importante lembrar que se trata de um processo de mudança e de rupturas que necessita de ajustes e comprometimento da administração pública e de toda a sociedade, mas acreditamos estarmos caminhando para o rumo certo, em direção a uma sociedade mais justa, humana, solidária e comprometida.

THIAGO FERRARI
SUBPREFEITO

 

Home

Djweb design