Micareta  Paulista
 

A micareta programada pelos estudantes da Unicamp e apoiada pela Subprefeitura, Endec, Samu, Secretaria de Cultura e proprietários de moradias estudantis na Cidade universitária, tinha muita platéia, muito barulho e poucos foliões.

O evento estava programado
das 15:00h às 21:00h

  Os jovens conversando e assistindo o
show no caminhão de som do tipo gigante
 

A Folia Barão, que foi contestada pelos moradores da Cidade Universitária e defendida pela Subprefeitura e proprietários de moradias estudantis no bairro, estava programada para começar às 15:00h, mas começou às 17:00h e a Endec fechou o trânsito em um dos lados da Av. Atílio Martini. Com o som alto, pessoas foram chegando mais para assistir do que participar. Na verdade não houve folia,  foi um show com uma platéia conversando e assistindo. Veja as fotos abaixo.

Uma moradora do Real Parque, que trabalha no local, contestou para o Barão em Foco, a presença do Samu e equipe de plantão no centro da avenida - "Quando a gente que é pobre precisa do Samu, nunca tem ou demora muito, mesmo morrendo, mas para os ricos está aí, parado o dia inteiro à toa, só para garantir a farra dos filhinhos de papai" - afirmou indignada.

Veja as fotos
Clique p/ ampliar

Às 16:30 começou a chegar estudantes e curiosos
mas o clima da Folia Barão era de ouvir, bater papo e ver, não de participar.
   
Foi um evento tranqüilo. A aglomeração
indica 500 pessoas presentes
4 pessoas beberam demais e
foram socorridas pelo Samu.

Leia Também:

Subprefeito de Barão Geraldo foi indiciado por colaborar com a micareta

 

 

Home

Djweb design