Prefeitura prepara lançamento do Guia de Arborização
Urbana de Campinas
Setembro 2007


O Governo Municipal irá lançar no Dia da Árvore, 21 de setembro, o Guia de Arborização Urbana de Campinas. Produzido por técnicos e ambientalistas de diversos setores da cidade, o manual tem a finalidade de disciplinar e orientar o plantio e os cuidados com as espécies de vegetação na cidade.
O guia foi elaborado pela Comissão Técnica Consultiva de Arborização, coordeanda por Dionete Santin. O diretor do Departamento de Parques e Jardins (DPJ), Ronaldo de Souza, disse que o material começou a ser preparado em 2003 e foi produzido por meio de parceria entre a Sanasa e a Prefeitura. Inicialmente, serão distribuídos 10 mil exemplares nos estabelecimentos educacionais, associações de moradores e entidades ambientalistas, entre outros locais.
O diretor informou que o guia tem 100 páginas e foi elaborado no formato 16 por 24 cm, o tamanho de um livro de agenda. Composto de textos e ilustrações, o material contém todas as informações necessárias sobre as espécies de árvores e demais vegetações mais adequadas para vias, praças públicas e de recomposição de mata ciliar.
O manual explica os cuidados e os procedimentos técnicos apropriados para plantio e podas programadas e que esses serviços devem ser realizados por órgãos públicos competentes e empresas devidamente habilitadas.
Segundo o diretor do DPJ, as equipes que realizam o serviço de plantio e poda de árvores já participaram de cursos de aprimoramento. "As capacitações deverão ocorrer periodicamente para que o trabalho seja feito sempre de maneira correta", afirma.
Ronaldo de Souza enfatiza que o guia e a nova legislação específica para a área possibilitará também o aumento das áreas verdes da cidade, garantido uma melhor qualidade de vida para a população. Conforme o diretor, existem aproximadamente 5 milhões de árvores na cidade.
Distribuição de mudas

Segundo o Souza, o DPJ está distribuindo gratuitamente entre 3 e 3,5 mil mudas de árvores por mês para escolas, entidades e membros da comunidades. As plantas são de diversas espécies, como Ipês branco, amarelo e roxo, Murtas e Sapucáias.
Além da distribuição de mudas, cultivadas no Viveiro Municipal, localizado no Bairro Shangrilá (região sudoeste), equipes do DPJ, com o apoio da comunidade, fazem o plantio de árvores e folhagens em diversos locais da cidade, como ocorre atualmente no Lago do Café, que receberá até o Dia da Árvore o plantio de cerca de 3 mil mudas de Ipês amarelo, branco e roxo.

 

Home

Djweb design