CONSCIÊNCIA: O PRIMEIRO REQUISITO ESSENCIAL.
 

Por atrás de cada fotografia, deveria existir um motivo suficiente para justificá-la. Essa afirmação é mais importante do que talvez se acredite, pois antes de tirar uma determinada foto, o fotógrafo não deve dispensar uma compreensão integral dos motivos pelos quais deseja batê-la. Tanto a fotografia tirada por ele quanto a qualidade dos resultados serão enormemente influenciados por esta atitude consciente.

Etna - Juliana Morelli

A primeira decisão a ser tomada consiste na escolha entre uma abordagem objetiva - onde se tenta obter uma reprodução factual - ou subjetiva - e, nesse caso, o fotógrafo tentará fazer um comentário e expressar sua opinião sobre uma cena ou pessoa. Todas as fotografias subjetivas e, em menor escala, as objetivas, representam uma declaração pessoal do autor, e sendo assim, ele sempre deve estar ciente daquilo que pretende expressar.

Mas isso não é tudo: além de saber por que deseja tirar uma fotografia em especial, ele deve também determinar com exatidão, a causa de seu interesse.

Suponhamos que o tema seja uma paisagem. Ela deve ser fotografada por ser bonita, ou impressionante? Ou por ser inusitada? Qual dos seus componentes chamou a tenção do fotógrafo? O céu, as ondulações formadas pelo terreno, a luz? Ou talvez o primeiro plano? Quer a resposta se encontre alguns destes fatores ou em uma combinação deles, o fotógrafo precisa ter consciência de todos os componentes da cena antes de decidir qual a melhor maneira de abordá-la.

Outono - Lorens Bell

Embora pareça ser um detalhe simples, e mesmo óbvio a "consciência" nada tem de instintivo. Milhares de fotografias medíocres são tiradas todos os dias porque fotógrafos de competência técnica não estavam de todo conscientes do que exatamente desejam fotografar, e por que motivo. "A maioria dos fotógrafos aponta a máquina e pressiona o obturador sem usar a inteligência", assevera sem maiores rodeios, o profissional norte-americano Philippe Halsan. "Pense primeiro, fotografe depois. O cérebro constitui seu principal instrumento!". 

Bonito - juliana morelli

Uma vez formulada as perguntas, as respostas vêm com surpreende rapidez, e quem for honesto consigo próprio se encontra a meio caminho de conseguir bons resultados. Os demais continuarão a tirar fotos inferiores e frustrantes.

 Praticamente todos aqueles que viajam por lugares até então desconhecidos descobrem uma infinidade de coisas capazes de despertar sua curiosidade, ao passo que em seu ambiente de costume talvez encontrem poucos objetos de interesse: a familiaridade tende a nos tornar desatentos.

 

Ilhabela - Juliana Morelli

A observação cotidiana é, na realidade, uma observação distraída - algo como escutar sem realmente ouvir - e, apesar de ser útil para evitar esbarrões nas paredes ou tropeções em qualquer obstáculos, é totalmente inadequada para um fotógrafo que procura tirar fotografias interessantes e originais, pois essas exigem concentração, imaginação e prática.

.

A princípio, aprender a olhar com maior atenção para as cenas de todos os dias dependerá de um esforço voluntário, porém, com a prática, deverá se transformar num hábito mecânico. "O fotógrafo não deve nutrir suspeitas em relação a tudo que lhe é familiar por temer a banalidade", sustentava Dorothea Lange, autora de fotos legendárias, cujo tema eram cenas de pobreza do povo norte-americano durante a década de 30. "Ele descobrirá que o simples pode ser complexo, a miniatura gigantesca e o insignificante decisivo".
A avaliação de todos aspectos fundamentais combinados pode propiciar ao fotógrafo uma consciência visual básica, sem a qual será incapaz de tirar partido de seu melhor elemento de controle - a seleção.

Desconhecido

A capacidade para selecionar e dispor os elementos de uma fotografia depende em grande parte do ponto de vista do fotógrafo. Na verdade, o lugar onde decide se colocar para bater uma foto, é uma de suas decisões mais críticas. Muitas vezes, qualquer alteração, ainda que mínima, pode alterar de maneira drástica o equilíbrio, estrutura e a iluminação. 

 

Alpes - Juliana Morelli

Nas palavras do cientista norte-americano H.J. Morton, nos primórdios da fotografia: "O fotógrafo não tem a possibilidade, como Yurner, de criar uma cidade até então inexistente ao redor da colina, tornando-a visível por meio de algumas pinceladas, acrescentar depois, uma ou duas guerras a uma edificação suntuosa, ou ainda eliminar o cume de uma montanha. Ele deve reproduzir aquilo que vê, exatamente de maneira com vê, sendo a escolha do ponto de vista o único privilégio á sua disposição".

Por isso, torna-se indispensável andar de um lado para o outro, aproximar-se, afastar-se da cena, colocar-se em um ponto superior ou inferior a ela, a fim de observar o efeito produzido na fotografia por todas essas variações.

.
Quando se adquire certa experiência, a escolha do melhor ângulo tende a se tornar instintiva; não obstante, nunca devem ser ignoradas as outras alternativas disponíveis.

A composição nada mais é do a arte de dispor os elementos do tema - formas, linhas, tons e cores - de maneira organizada e agradável. Na maioria dos casos, não só sentimos mais prazer em olhar uma fotografia organizada, como também maior facilidade em entendê-la. "A composição", assinalou Henri Catier-Bresson, "deve ser uma das nossas preocupações constantes até nos encontrarmos prestes a tirar uma fotografia- e, então, devemos ceder lugar a sensibilidade".

Nordeste - Juliana Morelli

 

Texto de BUSSELLE. Michel. Tudo sobre FOTOGRAFIA. São Paulo. Editora Pioneira. 1990.

 

Anuncie no Barão em Foco

  Mundo
Brasil
Jornais
Política
Economia
Educação
Emprego
Cinema
Fotografia
Opinião
Quem Somos
Contato
Matérias Anteriores
Empresas de Barão Geraldo
Fórum Consultivo de Barão Geraldo
Casa do cidadão Baronense
Carnaval em Barão Geraldo
Centro de Saúde
Conseg de Barão Geraldo
Escolas de Barão Geraldo
Mapas de Barão Geraldo

Mata do Quilombo
Mata Santa Genebra
Meio Ambiente Barão Geraldo
Ciclovia em Barão
Casarão do Barão
Parque Ecológico de Barão Geraldo
Parque Linear Ribeirão das Pedras
Polícia Civil
Polícia Militar
Praças de Barão
Restaurantes em Barão Geraldo
Rio Anhumas
Subprefeitura de Barão
Teatro em Barão Geraldo
Vídeos de Barão Geraldo

Publicidade no Barão em Foco - clique aqui
Fones: (19) 2121-0632  (19) 3044-0101

 

 

Home

Agência 15