Breve histórico sobre a origem

  do teatro
O teatro grego antigo tem suas raízes em atos rituais (culto de Dionísio). Mas as peças existentes já mostram emancipadodessas origens, como instituição pública organizada e custeada pelo Estado, como espécie de festivais cívicos. O teatro grego antigo tem suas raízes em atos rituais (culto de Dionísio). Mas as peças existentes já mostram emancipado dessas origens, como instituição pública organizada e custeada pelo Estado, como espécie de festivais cívicos. Só pos'suímos peças completas de três autores, que se costuma agrupar em ordem aproximadamente cronológica: Ésquilo, fortemente baseado em convicções mitológicos e de um poder verbal próximo da epopéia; Sófocles, grende moralista e grandíssimo poeta, de equilíbrio perfeito; e Eurípides, meio descrenete, psicólogo e de grande fôrça lírica. Essa apresentação da história da tragédia grega é convencional e pouco exata, o fato é que Eurípides está mais perto de Ésquilo que de Sófocles, As Bacantes mais perto do prometeu Acorrentado do que da Antígona. Eurípides sempre foi descrente e inovador e irreverente foi devido ao seu grande inimigo Aristófanes criador da comédia antiga, composta por paródia mitológica, sátira política, diatribes pessoais e poesia lírica. Foi nas comédias de Menandro (342-291 A.C.) quenão era apenas uma narração dramática, era um rito religioso em honra a Dionísio.

Os teatros eram auditórios ao ar livre. A hora do início do espetáculo era o amanhecer. Muitas vezes os cidadãos assistiam a 3tragédias, uma tragicomédia e uma comédia. O teatro era considerado parte da educaçõa de um grego. Em Atenas, o comércio era suspenso durante os festivais dramáticos. Os tribunais fechavam e os presos eram soltos da cadeia. O preço da entrada era dispensado para quem não pudesse pagar, e até as mulheres, que não podiam participar de quase todos os acontecimentos públicos, eram bem recebidas no teatro. Duas formas do drama grego, a comédia e a tragédia, acabaram por dominar o teatro Dionisíaco, embora as outras formas dramáticas não tivessem morrido. Em Atenas, dois festivais eram dedicados todos os anos à comédia e à tragédia. O festival Dionisíaco da cidade, em março-abril, concentrava-se na tragédia. O festival Lêneo, que tinha esse nome devido ao mês grego (janeiro-fevereiro), tradicionalmente reservado para a ce lebração de casamento, era dedicado principalmente à comédia.

Os treatólogos apresentavam suas obras a um funcionário chamado arconte. Se o arconte aprovasse a peça seria encenada. Era dado aos autores vitoriosos um corego (um cidadão rico para custear as despesas da peça). O corego escolhia então um tocador de flauta e um coro e prosseguia com a encenação. Se o corego fosse generoso, surgia uma produção opulenta. Em cada festival um juri de cidadãos julgava as peças, e os vencedores recebiam a coroa dionisíaca.

montagem.jpg (12766 bytes)

 

Anuncie no Barão em Foco

  Mundo
Brasil
Jornais
Política
Economia
Educação
Emprego
Cinema
Fotografia
Opinião
Quem Somos
Contato
Matérias Anteriores
Empresas de Barão Geraldo
Fórum Consultivo de Barão Geraldo
Casa do cidadão Baronense
Carnaval em Barão Geraldo
Centro de Saúde
Conseg de Barão Geraldo
Escolas de Barão Geraldo
Mapas de Barão Geraldo

Mata do Quilombo
Mata Santa Genebra
Meio Ambiente Barão Geraldo
Ciclovia em Barão
Casarão do Barão
Parque Ecológico de Barão Geraldo
Parque Linear Ribeirão das Pedras
Polícia Civil
Polícia Militar
Praças de Barão
Restaurantes em Barão Geraldo
Rio Anhumas
Subprefeitura de Barão
Teatro em Barão Geraldo
Vídeos de Barão Geraldo

Publicidade no Barão em Foco - clique aqui
Fones: (19) 2121-0632  (19) 3044-0101

 

 

Home

Agência 15