Agência Minas Gerais | Minas Gerais dá mais um passo para a instalação da primeira fábrica de fertilizante verde no Hemisfério Sul

O governador Romeu Zema participou, nesta sexta-feira (29/9), em São Paulo, de uma reunião de trabalho com a direção da Atlas Agro Fertilizantes. A empresa construirá, em Uberaba, no Triângulo Mineiro, a primeira fábrica de fertilizante verde do Hemisfério Sul, orçada em R$ 5 bilhões. Além disso, o grupo também deve investir US$ 850 milhões em um parque gerador de energia fotovoltaica para atender exclusivamente à planta.

A unidade mineira da Atlas terá capacidade de produzir 500 mil toneladas por ano de fertilizantes nitrogenado. Estima-se que 1 milhão de toneladas/ano de carbono deixarão de ser emitidos.

Ao final do encontro, o governador destacou que Minas receberá um projeto inovador e diretamente ligado ao programa Race to Zero, campanha global com objetivo de zerar as emissões de carbono no estado até 2050.

“As empresas fabricantes de fertilizantes são altamente consumidoras de energia, sobretudo combustíveis fósseis. Com isso, quando o Brasil compra o insumo, adquire um produto com alta pegada de carbono. No caso da Atlas, será empregada no processo produtivo energia renovável”, explicou.  

Zema afirmou, ainda, que Minas Gerais já se prepara para o futuro, uma vez que os países desenvolvidos não mais aceitarão itens provenientes de áreas desmatadas ou poluentes. 

“Queremos que nossos produtos agrícolas tenham o selo verde. Iniciativa como essa contribuirá para que possamos cumprir os compromissos firmados no Race to Zero”, afirmou. Vale lembrar que Minas Gerais foi o primeiro Estado da América Latina e Caribe a formalizar a adesão e compromisso com a campanha internacional. 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *