Bebês prematuros do Instituto Cândida Vargas se transformam em super-heróis

Os super-heróis chegaram ao setor do Método Canguru no Instituto Cândida Vargas (ICV). Na tarde desta quarta-feira (11), foi realizada a atividade lúdica para comemorar o Dia das Crianças dos bebês prematuros que estão internados na unidade. O momento foi de descontração também para as mães, dentro de uma iniciativa que faz parte da política de humanização da Prefeitura de João Pessoa.

O objetivo dessa ação foi diminuir os sentimentos de ansiedade que surgem diariamente por conta da internação. “Todos os anos comemoramos o Dia das Crianças aqui na Canguru, onde nossa técnica de enfermagem Marluce quem confecciona todas as fantasias e, junto com a equipe multiprofissional, enfeitamos o setor e promovemos esse momento tão importante, lúdico e especial para todos os nossos recém-nascidos prematuros, mães e familiares. Isso é uma maneira de humanizar, amar e cuidar dos recém-nascidos”, disse a coordenadora do Método Canguru, Euda Aranda.  

A atividade contou com músicas, fotos e lanches para todos os participantes. Todas as mães, pais, acompanhantes e equipe interagiram e se alegraram, saindo um pouco da rotina de um ambiente hospitalar.   Ana Amélia, mãe de gêmeas, está no ICV há 28 dias, sendo cuidada pela equipe profissional. “A equipe aqui é boa, são atenciosos com todas as pacientes e seus bebês. Queria estar em casa perto da família, mas sei que está aqui é melhor para minhas filhas, pois estamos aprendendo como cuidar delas”, disse.  

Mãe de uma menina, Lívia Beatriz vem recebendo os cuidados da equipe há 12 dias e elogiou a atividade desta tarde. “Cheguei aqui e comecei a me emocionar, pois é o primeiro dia das crianças da minha pequena. Então, saber que ela está com vida e saúde é maravilhoso”, contou ao falar da evolução do quadro clínico da filha.  

Cuidado contínuo – Na Enfermaria Mãe Canguru, os bebês permanecem de maneira contínua com a mãe e a posição canguru deve ser realizada o maior tempo possível, onde ela participa ativamente dos cuidados do prematuro.   Essa posição canguru consiste em manter o recém-nascido de baixo peso em contato pele a pele na posição vertical, visando diminuir o estresse e a  dor, aumenta o vínculo mãe e filho – gerando confiança dos pais, estimula o aleitamento materno, melhora o controle térmico, o bebê sente o cheiro da mãe e escuta o coração – estimulando sensorialmente o bebê, diminui o risco de infecção hospitalar e favorece o ganho de peso.  

“Algumas mães ficam por mais tempo acompanhando seu bebê aqui no Canguru, sendo essa uma internação de longa permanência, na qual gera estresse, medo e sentimentos de saudade dos filhos menores que estão em casa e da família em si. Por isso, existe uma grande importância do cuidado emocional dessas mães”, explicou a coordenadora da enfermagem do Método Canguru, Juliana Thaís Xavier.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *