Sorocaba é a 2ª cidade do interior do estado de São Paulo que mais vendeu imóveis no segundo trimestre deste ano – Agência de Notícias

Foto: Bruno Rodrigues (Secom/Sorocaba)

Mais um setor apresentou resultado de destaque, neste ano, em Sorocaba. Dessa vez, a boa notícia é no ramo imobiliário. Com 1.300 imóveis vendidos no segundo trimestre de 2023, período entre os meses de abril e junho, a cidade de Sorocaba ocupa a 2ª colocação no ranking de municípios do interior do Estado de São Paulo com mais unidades vendidas. Os dados são referentes a um estudo feito pelo Sindicato da Habitação (Secovi-SP).

O levantamento aponta que Sorocaba supera cidades de igual ou maior porte, como: Campinas (965); Osasco (815); Jundiaí (687); São José dos Campos (609), Santo André (607), entre várias outras. A primeira colocada do ranking é Guarulhos, com 1.392 imóveis vendidos no período.

“São índices importantíssimos para Sorocaba, que, além de ser uma cidade agradável para se viver às pessoas que chegam de diversas regiões do País, em especial da capital paulista, conta com estrutura completa para investimentos, universidades, polos de qualificação profissional e diversas oportunidades de emprego. Isso, certamente, reflete no aumento da compra de imóveis no município”, pontua o prefeito Rodrigo Manga.

Tanto para moradia, como para investimentos, Sorocaba oferece ótima localização geográfica, próximo aos principais centros consumidores do Brasil e no eixo de duas das principais rodovias do Estado de São Paulo: Castello Branco e Raposo Tavares. A cidade também é referência em programas de apoio, com uma política diferenciada de desburocratização e incentivos fiscais, bem como pela segurança jurídica e assessoria permanente oferecida aos investidores, inclusive ao longo do processo de pós-operação.

Além dos atrativos para investimentos, outro fator importante é a estrutura que o setor imobiliário possui para os profissionais da área, com a oferta de cursos de capacitação, inclusive em parceria com o Poder Público, e serviços pelos órgãos de classe.

O estudo do Secovi-SP pode ser conferido na íntegra, pelo link: https://secovi.com.br/wp-content/uploads/2023/09/pmi-31cidades2t23.pdf.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *