Agência Minas Gerais | Governo de Minas inicia campanha de multivacinação em todo o estado

O Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), lançou oficialmente, neste sábado (21/10), a Campanha de Multivacinação em Minas Gerais. A Unidade Básica de Saúde (UBS) Cristais, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), foi a escolhida para a apresentação da estratégia de imunização, que vai até 4/11, para conscientizar as pessoas sobre a importância de se imunizar crianças e adolescentes de até 15 anos contra as doenças preveníveis, como hepatite, febre amarela, meningite, poliomielite, sarampo e HPV, entre outras, de acordo com o Calendário Nacional de Vacinação.

“A campanha de multivacinação faz parte do nosso grande programa Vacina Mais Minas. Precisamos lembrar a toda a população a importância da vacinação, de deixar o cartão em dia. Estamos adotando diferentes estratégias para termos os melhores resultados da nossa história. E os mineiros poderão dizer que nosso estado é um exemplo de vacinação para o Brasil, pois vamos bater essa meta todos juntos”, destacou o secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, que esteve no local para o lançamento da estratégia.

A multivacinação garante a proteção abrangente contra diversas doenças imunopreveníveis, ao mesmo tempo em que contribui para o aumento da cobertura vacinal. Segundo Baccheretti, essa estratégia é de suma importância para garantir que todas as doses necessárias sejam administradas no momento adequado, proporcionando uma proteção contínua contra uma variedade de doenças, e assim, preservando a saúde pública e individual da população.

O secretário de Estado de Saúde esteve em Nova Lima para o lançamento oficial da campanha (SES-MG / Divulgação)

“O câncer de colo de útero é um dos que mais matam mulheres no mundo e a principal forma de evitá-lo é vacinando meninos e meninas contra o HPV. Também não podemos deixar que doenças já erradicadas, como a poliomielite, voltem. Por isso, precisamos garantir a vacinação de nossas crianças e adolescentes”, alertou o secretário de Estado.

Durante o lançamento oficial da campanha, a secretária municipal de Saúde de Nova Lima, Alice Neto, destacou a importância da ação para fortalecer e ampliar a divulgação da estratégia.

“Hoje é o nosso Dia D, que marca o início da campanha de multivacinação no município, e estamos com 22 salas de vacinação abertas para receber a nossa população”, anunciou. “A expectativa é ampliar e muito a cobertura vacinal no município e receber o secretário para o lançamento da campanha estadual foi muito significativo”, salientou a secretária.

Vacinas

As vacinas do calendário das crianças até 6 anos, 11 meses e 29 dias são: BCG, hepatite B, penta (DTP/Hib/HB), poliomielite inativada (VIP), poliomielite oral (VOP), rotavírus, pneumocócica 10 valente (conjugada), meningocócica c (conjugada), febre amarela, tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola — SCR), tetraviral (sarampo, caxumba e rubéola e varicela – SCRV), DTP, hepatite A e varicela.

Já as vacinas do calendário das crianças a partir dos 7 anos de idade e do calendário dos adolescentes são: hepatite B, febre amarela, tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola – SCR), difteria e tétano adulto, dTpa (tríplice bacteriana), meningocócica ACWY (conjugada), HPV quadrivalente e varicela.


Panorama em Minas Gerais

Minas Gerais atingiu a meta de cobertura da vacina BCG, que é de 90%, em 2022 (95,64%), em crianças de até dois anos, e no ano de 2023, de janeiro a março (93,41%). Já as demais vacinas, como poliomielite, febre amarela e tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola), não atingiram a meta de cobertura vacinal (95%) nos últimos anos.

Segundo o secretário, houve uma queda histórica da cobertura vacinal no estado, desde 2015, que piorou durante o momento da pandemia. “Para recuperarmos nossa cobertura vacinal, estamos investindo não só na vacinação nos postos de saúde como na vacinação extramuros, levando para as escolas, e nas unidades itinerantes, como o vacimóvel”, destacou Fábio Baccheretti.

O programa Vacina Mais Minas reforça a importância da imunização para a saúde individual e coletiva (SES-MG / Divulgação)

Investimentos

O Governo de Minas está investindo mais de R$ 260 milhões em ações de imunização extramuros no estado. Serão R$ 165 milhões em premiação àqueles que se aproximarem gradativamente da meta de 95% de cobertura vacinal, com vacinação em 80% das suas escolas, e outros R$ 100 milhões para a compra de unidades itinerantes.

Todos os municípios com mais de 50 mil habitantes já receberam o recurso para ter seu próprio vacimóvel e os demais serão contemplados por meio dos consórcios de saúde, que também receberão recursos para compra, num total de 253 veículos.

“Nova Lima, por exemplo, já recebeu o recurso de R$ 400 mil para comprar o vacimóvel e, no decorrer dos próximos meses, esse carro volante já estará em praças e outros locais de grande circulação para garantir a vacinação no dia a dia das pessoas. A campanha de multivacinação vai até novembro, mas continuaremos vacinando o ano inteiro todo o nosso estado”, concluiu Baccheretti.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *