Estado de SP cria mais de 47 mil empregos formais em setembro





No acumulado de 2023, economia paulista gerou quase 434 mil postos de trabalho, 27% do total do país



O emprego no estado de São Paulo subiu 0,35% em setembro em relação ao mês anterior, revelam os dados do Caged, do Ministério do Trabalho e Emprego.

A geração dos postos de trabalho decorreu de 582.205 admissões e 534.899 desligamentos, totalizando saldo de 47.306 posições. Com esse resultado, segundo o Caged, o estoque de empregos formais no estado ficou em 13,52 milhões.

O saldo do estado em setembro representa 22,3% do total de vagas geradas no país (211.764).

Serviços novamente foi o setor que mais criou vagas (29.417), ou 62% do total de vagas criadas, seguido pela Indústria geral 7.011; Comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas (6.724) e Construção (4.948). Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura teve saldo negativo de 794 vagas.

Dentro dos setores, figuram em destaque a oferta para vagas de Informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas (13.779); Indústrias de Transformação (6.942) e Administração pública, defesa e seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (5.696).

Por regiões, os destaques na criação de postos de trabalho em agosto foram a capital (14.783), seguida por Guarulhos (2.866), Sorocaba (1.764), Campinas (1.723) e São Bernardo do Campo (1.423).

Acumulado do ano

No período de janeiro a setembro, São Paulo registrou saldo de 433.962 novos empregos, aumento de 3,32% em relação ao acumulado até agosto. O número representa 27% de todos os postos de trabalho criados no Brasil em 2023 (1.599.918).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *