Secretaria de Saúde realiza ação de combate à dengue em Santa Cruz – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

Os agentes farão um trabalho domiciliar para busca e eliminação de possíveis focos do Aedes aegypti – Edu Kapps/SMS-Rio

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realiza, nesta segunda-feira (6/11), uma ação de prevenção das arboviroses (dengue, zika e chikungunya) no bairro de Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio. O objetivo é combater a incidência de dengue na região e conscientizar a população sobre o cuidado com recipientes que possam servir de criadouros de mosquitos. Os agentes de Vigilância em Saúde do Centro Municipal de Saúde (CMS) Cyro de Mello, profissionais que atuam na região de Santa Cruz e também da SMS, irão fazer um trabalho domiciliar no território para busca e eliminação de possíveis focos do Aedes aegypti e de mobilização dos moradores com ações de orientação e promoção da saúde.

A concentração será às 8h em frente ao CMS Cyro de Mello, na Avenida do Canal, S/N, em Manguariba, com abertura e início da caminhada às 8h30. Em todo o percurso por onde as equipes passarão serão feitos trabalhos de prevenção e orientação. Além das ações de combate ao mosquito transmissor das arboviroses, a SMS ofertará, ao longo do trajeto, vacinação, com todos os imunizantes dos calendários adulto e infantil, atividades do Programa Academia Carioca, ações com alunos de escolas da região, numa parceria com a Secretaria Municipal de Educação, e recolhimento de lixo por profissionais da Comlurb. Também estarão envolvidos na ação a Associação de Moradores da região, entidades religiosas e a Subprefeitura da Zona Oeste.

– Essas ações educativas e de mobilização social têm objetivo sobretudo de orientar a população sobre as medidas para a prevenção de arboviroses urbanas e despertar a responsabilidade sanitária individual e coletiva. Isso é importante porque os principais reservatórios e criadouros ainda são encontrados nos domicílios. É preciso que a população esteja atenta aos recipientes com água acumulada e consiga tirar pelo menos 10 minutos da sua semana para eliminar esses possíveis criadouros do mosquito – disse a superintendente de Vigilância em Saúde, Gislani Mateus.

A SMS realiza permanentemente o monitoramento de possíveis focos de dengue na cidade e a incidência da doença, mantendo um plano de contingência ativo durante todo o ano, com reforço nos meses de verão, dentro da programação do Plano Verão. Este ano, até o dia 28 de outubro, foram vistoriados mais de 9,4 milhões de imóveis para controle e prevenção de possíveis focos do Aedes aegypti, com eliminação ou tratamento de mais de 1,8 milhão de recipientes que poderiam servir de criadouro. Quando necessário, a população pode fazer pedidos de vistoria ou denunciar possíveis focos do mosquito pela Central de Atendimento da Prefeitura, no telefone 1746.

A intensificação e qualificação dos processos de atenção e vigilância da dengue resultam em maior detecção de casos e maior registro de notificações. Em caso de sintomas, a pessoa deve buscar atendimento em sua clínica da família de referência para diagnóstico e cuidados necessários.

Categoria:

  • 5 de novembro de 2023
  • Marcações: aedes aegypti arboviroses chikungunya Combate dengue prevenção saúde zika

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *