Dia do Radialista: Crianças de Penápolis inauguram ‘emissora’ escolar

Estreitar o relacionamento entre alunos e a unidade de ensino, disseminar informações relevantes para o público escolar e envolver os estudantes em atividades complementares aos conteúdos trabalhados em sala de aula. Foi com esse objetivo que crianças de 6 a 11 anos matriculadas da Escola Estadual Luiz Chrisóstomo de Oliveira, de Penápolis, criaram a rádio LCO, cujas atividades online serão inauguradas oficialmente neste dia 7 de novembro, Dia do Radialista.

Os responsáveis pela rádio e pela elaboração diária da programação são os próprios estudantes que integram o grêmio estudantil da escola. Na rádio, eles querem contar sobre notícias do mundo, do país, regionais e locais, além de curiosidades, anúncios de aniversariantes, recados e muita música.

“Aqui a gente se comunica, pois somos uma grande família. A rádio veio para agregar valor aos nossos estudos e nos ajudar a escrever e ler melhor, além de obter mais cultura. Na programação, falamos de poesia, passamos recados dos pais e colocamos música brasileira”, afirma Ítalo Domingos, aluno do 5º ano A.

Segundo a diretora da unidade, a professora Rosana Poletti, o objetivo é estimular a comunicação, desenvolver habilidades nos alunos através da utilização de tecnologias digitais de informação e comunicação de forma crítica, além de exercer o protagonismo na vida pessoal e coletiva, de acordo com o que está previsto na Base Nacional Comum Curricular dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental.

“Usamos a rádio escolar como suporte pedagógico, pois é uma das ferramentas que permite agregar às diversas áreas do conhecimento”, afirma a docente.

Parte integrante do projeto Tec Talk e idealizada pelo grêmio estudantil com o apoio do Projeto de Apoio à Tecnologia e Inovação (Proatec), inicialmente a programação da rádio LCO era veiculada diariamente apenas no ambiente escolar, por uma hora por dia. Passado um ano de funcionamento no formato analógico, o projeto foi reformulado e ampliou sua audiência para além dos limites estabelecidos pelas paredes da escola.

“Os alunos sugeriram que a rádio abrangesse os lares de suas famílias e assim nasceu a versão online”, explica Rosana. “Por meio da LCO, procuramos promover música de boa qualidade, colaborar com outros artistas locais e criar conteúdos interessantes e envolventes”.

Para Francine Camile Duarte, aluna do 5º ano B, neste ano a programação online da rádio já está mais avançada em relação ao ano passado.

“Nossos pais vão dando recados, conseguem ver o que está acontecendo, o que estamos estudando. Além disso, veiculamos mensagens de boa convivência, poesias e textos produzidos por nós. A gente fala sobre muitas coisas durante a programação”, destaca.

Mais do que exercer o protagonismo na área da comunicação, o projeto também buscou reaproveitar equipamentos eletrônicos que precisavam de manutenção e estavam sem uso, utilizando parte da verba enviada para a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo para os grêmios. Foi assim que a “emissora” viabilizou todo o equipamento do estúdio, composto por computador, mesa de som, fones de ouvido, microfones e um sistema de som instalado em toda a escola.

Agora, a intenção é estender o projeto para todas as turmas, oferecendo a oportunidade de elaborar a programação e vivenciar o cotidiano dos profissionais da área. “Isso vai estimular o desenvolvimento da oralidade e de habilidades comunicacionais, aguçando a curiosidade, o desenvolvimento do pensamento criativo, além de contribuir para o desenvolvimento cognitivo e emocional, refletindo-se em uma melhora do rendimento escolar”, concluí a diretora.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *