Parque Arruda Câmara sedia I Encontro de Educação, Meio Ambiente e Saúde Mental

O Parque Zoobotânico Arruda Câmara (Bica) sediou, nesta quarta-feira (08), o I Encontro de Educação, Meio Ambiente e Saúde Mental, que teve como foco central o debate com os gestores municipais de João Pessoa sobre a importância da integração nessas áreas. O evento foi uma parceria entre as Secretarias de Saúde (SMS), Educação e Cultura (Sedec) e Meio Ambiente (Semam).  

O encontro buscou promover uma perspectiva mais abrangente e sensível da saúde mental em relação aos professores e alunos em sala de aula, com o intuito de ajudar a escola a criar um ambiente mais orientador e acolhedor, que promova o bem-estar com foco nos elementos naturais e na integração do meio ambiente na educação.  

O diretor do Parque, Renato Braga, considera que a união das secretarias é de fundamental importância para os profissionais e afirma que essa foi apenas a primeira porta que foi aberta, de muitas que virão. “É com muita alegria e satisfação que abrimos as portas do parque da Bica para realização desse evento. O debate sobre saúde mental e educação ambiental nas escolas não vai parar por aqui”, frisou.  

Auxiliadora Clemente Dantas, responsável pelo setor de Educação Ambiental da Sedec e também presidente da Comissão Interinstitucional Municipal de Educação Ambiental (Cimea), ressalta que a Cimea surgiu com o objetivo de trabalhar as políticas públicas de educação ambiental e saúde mental compartilhadas com outras secretarias.  

“Com relação a esse encontro, na minha concepção, foi de suma importância, porque pudemos contar com o apoio de vários profissionais e também com a participação dos diretores e especialistas das escolas, que são as pessoas que estão no dia a dia, lidando com as crianças e com os problemas que estão surgindo. Foi fundamental para que nós, constituído por todas essas secretarias, as escolas e a Universidade Federal da Paraíba, que também esteve aqui presente, possamos, a partir de hoje, iniciar e criar uma rede de educadores ambientais e de saúde ambiental”, afirmou.  

Participante do evento, Ana Cláudia Berto da Silva, assistente social na Escola Municipal Antônio Santos Coelhos Neto, afirmou que considera importante dar continuidade a formação. “É importante para que os gestores possam estar envolvidos na área ambiental. Esse tema é muito bom, nos conforta, e o ambiente é propício, porque está dentro de um local com muito verde, pertinente a esse tema, que é saúde mental, casando com o meio ambiente, para que a gente possa seguir e deixar a semente, porque outras pessoas virão. Hoje a gente trabalha na educação, tem que dar fortalecimento e inquietar os alunos, porque eles irão estar no nosso lugar futuramente”, ressaltou.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *