Governo de MS reconhece e premia entidades e pessoas com importante atuação nos direitos humanos – Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Para reconhecer o trabalho desenvolvido por entidades e pessoas que atuam nos Direitos Humanos, a SEAD (Secretaria de Estado de Assistência Social e dos Direitos Humanos) premiou a Associação Cidade dos Meninos e FEAPAES/MS (Federação das APAEs de Mato Grosso do Sul), além de Rosona Iriani Daza de Garcia.

Com importante atuação em prol da sociedade sul-mato-grossense, os premiados desenvolvem e atuam na área dos direitos humanos em diferentes campos – famílias em situação de vulnerabilidade social, pessoas com deficiência, mulheres e imigrantes.

“Atendemos 350 adolescentes entre 14 e 18 anos com ensino profissionalizante. Oferecemos cursos de TI (Tecnologia da Informação), RH (Recursos Humanos), auxiliar administrativo, logística e recepcionista. São 20 anos atuando e atendendo também com aulas de reforço, de português e matemática, e de cidadania”, disse o presidente da Cidade dos Meninos, Ramão Marcondes.

Todos receberam o Prêmio de Direitos Humanos em Ação MS – Edição 2023, que foi entregue esta tarde como parte da VII Semana Estadual de Diretos Humanos, realizada desde quarta-feira (28) e encerrada hoje (30). Os primeiros colocados nas categorias pessoa jurídica e física receberam R$ 5 mil, e o segundo lugar recebeu R$ 3 mil.

O evento teve como tema “A importância do cumprimento dos Direitos Humanos: principais desafios”, com o objetivo de discutir ações que diminuam as desigualdades sociais e garantam acesso da população a serviços que elevem a qualidade de vida.

A secretária Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos do MDHC (Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania), Isadora Brandão Araújo da Silva, participou do encerramento do evento e da entrega do prêmio, em Campo Grande.

Premiados

A Cidade dos Meninos de Campo Grande/MS é uma ONG (Organização Não Governamental), de iniciativa privada e sem fins lucrativos, que oferece cursos profissionalizantes. Tem como objetivo ajudar jovens a se tornarem verdadeiros cidadãos qualificados e integrados à sociedade. Tem como maior característica o desenvolvimento de bons hábitos de estudos, bom comportamento e civismo. A ONG foi fundada em dezembro de 1998, e passou a receber os primeiros jovens em agosto de 2001. Desde então já beneficiou mais de 12 mil adolescentes.

A Federação das Apaes-MS (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) é uma entidade que tem caráter educacional, cultural, assistencial, de saúde, de estudo e pesquisa e desportivo, prestando apoio operacional, jurídico, pedagógico, administrativo e financeiro às Apaes do Estado. A federação promove a melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiências intelectual e múltipla, buscando assegurar-lhes o pleno exercício da cidadania, e tem uma atuação permanente de assessoria e consultoria às APAEs.

A escritora, atriz, intérprete e tradutora, Rosana Iriani Daza de Garcia, ficou em primeiro lugar no Prêmio de Direitos Humanos em Ação MS – na categoria pessoa física. Ela é doutora em Estudos de Linguagens, e como escritora publicou os livros “Mulher imigrante” e “¿Te presto mi maleta?”. No ano de 2018, foi convidada para a Feira do Livro em Brasília, no Festival de Inverno em Bonito e no Festival literário de SESC Corumbá em 2019. Em 2021 realizou, junto com a Secretaria do Município de Dourados, um projeto de acolhimento linguístico/literário para os imigrantes.

A Semana Estadual dos Direitos Humanos foi instituída, por meio da Lei n. 5.521/2020, para promover e fomentar ações que asseguram dignidade e igualdade de direitos todos. O evento faz alusão, à Lei 4.771/2015, que instituiu em Mato Grosso do Sul, o Dia Estadual dos Direitos Humanos.

Também foram homenageadas doze personalidades – físicas e jurídicas – indicadas pela SEAD, Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (CEDPI/MS), Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA/MS), Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (CEDHU/MS), Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CONSEP/MS), Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA/MS).

Natalia Yahn, Comunicação Governo de MS
Fotos: Álvaro Rezende

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *