Sala do Empreendedor da Prefeitura de João Pessoa bate recorde de atendimentos em 2023

A Sala do Empreendedor da Prefeitura de João Pessoa registrou, em 2023, 20.375 atendimentos. A informação foi divulgada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-Paraíba), e leva em consideração o período de janeiro a novembro do ano passado. A marca é um recorde da Sala pessoense: o maior número havia sido registrado em 2022, quando aconteceram 5.304 atendimentos.

O objetivo da Sala do Empreendedor é incentivar a legalização de negócios informais que se enquadrem nos requisitos estabelecidos pela Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, além de facilitar a abertura de novas empresas, regularizar as atividades informais e oferecer serviços aos Microempreendedores Individuais (MEI).

Na capital, o serviço é oferecido pela Prefeitura por meio do programa Eu Posso Crescer, promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedest). Ele está disponível ao público, desde setembro de 2021, na sede da pasta, localizada na Rua Diogo Velho, 150, no Centro. O espaço conta com um Ponto de Atendimento do Sebrae (PAS), e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

“A Sala do Empreendedor oferece assistência especializada aos empreendedores de João Pessoa. Tudo é realizado de maneira gratuita, por uma equipe técnica de excelência. Alcançar os números expressivos que conseguimos só prova que nosso trabalho está chegando a quem precisa. E isso nos deixa muito felizes”, destacou Vaulene Rodrigues, secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho.  

A marca atingida em 2023 eleva a capital ao topo do ranking de atendimentos, entre os municípios que compõem a primeira regional do Sebrae na Paraíba.

Demandas – Ainda no ano passado, as demandas mais recorrentes entre os empreendedores que buscaram atendimento na Sala pessoense foram emissões de notas fiscais, parcelamentos, emissão do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) e auxílio na formalização.

“Em especial, boa parte do nosso crescimento foi motivada pela mudança da legislação federal, que desde setembro passou a concentrar a emissão de notas através de um portal eletrônico. Muita gente ainda está se adaptando ao processo, e estamos dando assistência total nisso”, explicou Matheus Gomes, diretor de Ambiente de Negócios da Sedest, Matheus Gomes. Ainda segundo ele, os empreendedores da capital têm confiado cada vez mais na Sala.

“As pessoas têm reconhecido a credibilidade do nosso trabalho, entendendo que no serviço público, elas têm um serviço de qualidade, ágil e gratuito à disposição. E queremos fazer muito mais. Em 2024, vamos ampliar nossas ações itinerantes pelos bairros da cidade, oferecendo, também, oficinas de formação. A ideia é chegarmos cada vez mais perto de quem precisa”, acrescentou Matheus.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *