Atividades do ‘Janeiro Branco’ estimulam autocuidado, bem-estar e autoestima dos usuários dos Caps

Os Centros de Atenção Psicossocial (Caps) da Rede Municipal de Saúde já iniciaram as ações da campanha ‘Janeiro Branco’, que busca sensibilizar a população sobre os cuidados com a saúde mental e emocional. A programação segue até o dia 30 deste mês com atividades que estimulam o bem-estar, autocuidado e autoestima dos usuários.  

Uma delas é Janete da Silva, usuária do Caps Caminhar há mais de 10 anos. Ela conta que não apenas durante o ‘Janeiro Branco’, mas cotidianamente, o serviço tem sido importante para auxiliar no seu equilíbrio. “O Caps é um alívio para minha saúde mental, porque eu já estive em hospital psiquiátrico e aqui o tratamento é diferenciado, mais humanizado, e os profissionais tratam a gente com muito amor e cuidado”, contou.  

Na última quinta-feira (11) ela participou das oficinas de arte e resgate da autoestima, promovidas pelo serviço dentro da programação da campanha. Mas, normalmente, ela também está inserida em outras atividades como música, arteterapia, direitos do cidadão e educação em saúde. “Aqui eu gosto de tudo, porque é um lugar onde posso tratar da saúde mental”, disse.  

Programação – As atividades do ‘Janeiro Branco’ continuam nos outros Centros de Atenção Psicossocial do Município ao longo do mês. Nesta terça-feira (16) o Caps Ad David Capistrano vai promover uma palestra com o tema ‘Quem cuida da mente e das emoções, cuida da vida – identificando relações tóxicas’, a partir das 9h. Já no dia 22, às 13h, o serviço oferecerá outra palestra, dessa vez com o tema ‘Autocuidado e relaxamento – a importância da atividade física para a saúde mental’.  

Saindo um pouco do ambiente de atendimento, o Capsi Cirandar vai organizar um piquenique para as crianças, adolescentes e seus familiares no Parque Arruda Câmara (Bica) no dia 25, a partir das 14h30. Além da atividade ao ar livre, no dia 30, às 14h30, haverá o momento ‘Cuidando do cuidador’ para profissionais do serviço e familiares dos usuários.  

Outra atividade externa da programação do ‘Janeiro Branco’ será a caminhada no Jardim Botânico de João Pessoa, que acontecerá no dia 26, a partir das 9h, reunindo usuários, familiares e funcionários da Rede de Saúde Mental, com o tema ‘Não deixe o cuidado com a saúde mental passar em branco’.  

Serviço – Cuidar da saúde mental e bem-estar da população é uma política da Prefeitura de João Pessoa durante todo o ano, por meio de diversos serviços assistenciais mantidos pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) a exemplo dos quatros Caps, que são instituições destinadas a acolher pessoas com transtornos mentais persistentes ou que fazem uso abusivo de substâncias psicoativas. Para o atender e acolher as pessoas com depressão, a SMS mantém o Centro de Referência do Cuidado à Vida (que funciona na Policlínica de Jaguaribe).  

Os serviços contam com atendimento humanizado de equipe multiprofissional formada por psiquiatra, psicólogo, enfermeiro, assistente social, educador social, professor de educação física e terapeuta educacional. O atendimento nos centros pode ser de forma espontânea, procurando diretamente o serviço, ou encaminhado por uma unidade de saúde da família (USF). É importante apresentar documento de identidade, cartão do SUS e comprovante de residência.  

Em casos de crise, também há o atendimento de urgência e emergência no Pronto Atendimento em Saúde Mental (Pasm), anexo ao Complexo Hospitalar de Mangabeira (CHM) e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de João Pessoa (Samu-JP).    

Confira os endereços dos Caps:  

Caps Gutemberg Botelho: Avenida Minas Gerais, nº 409, Bairro dos Estados;

Caps Caminhar: Rua Paulino Santos Coelho, s/n, Jardim Cidade Universitária;

Caps AD David Capistrano: Rua Alberto de Brito, nº 143, Policlínica Municipal de Jaguaribe (temporariamente);

Capsi Cirandar: Avenida Gouveia Nóbrega, s/n, Roger.      

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *