Parque Tecnológico de Sorocaba registra arrecadação tributária em 2023 seis vezes maior que o registrado no ano anterior – Noticias

Por: Marcelo Andarade e Rose Campos

Eficiência na gestão e atração de novos investimentos faz arrecadação do PTS crescer seis vezes em 2023 ante o ano anterior

O Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS) registrou um volume de arrecadação tributária, em 2023, seis vezes maior que o registrado no ano anterior. De acordo com levantamento feito pela Secretaria da Fazenda (Sefaz) da Prefeitura de Sorocaba, a arrecadação dos tributos junto às empresas e startups instaladas em seu ecossistema saltou de R$ 3,6 milhões, em 2022, para R$ 21,4 milhões no ano passado.

O crescimento dos resultados do PTS se deu, justamente, por meio de ampliações dos empreendimentos instalados, além de novas empresas abrigadas no complexo, atraídas, dentre outros benefícios, pelo programa de incentivos fiscais oferecido pelo município, conduzido em parceria com a equipe técnica da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo (Sedetur). Esse programa proporciona uma política diferenciada de desburocratização, além de segurança jurídica e assessoria permanente, que é disponibilizada aos investidores, passando pelo pleno andamento de suas atividades empresariais até o pós-operação.

De acordo com o levantamento da Sefaz, a arrecadação tributária do PTS vem crescendo ano a ano. Em 2021, por exemplo, a arrecadação já havia saltado para R$ 2,5 milhões, ante R$ 1,9 milhão obtido em 2020, antes da atual Gestão Pública.

Sorocaba, por meio do Parque Tecnológico de Sorocaba, recebeu, em 2023, quatro novas empresas da área de tecnologia, que escolheram esse ambiente inovador e colaborativo para se instalar. Tratam-se da Going2, provedora brasileira de tecnologia especializada em desenvolver soluções personalizadas para inovar na forma como as empresas realizam e digitalizam seus negócios; a Timeline International, empresa suíça que realiza, entre outros serviços, uma plataforma de eventos e treinamentos corporativos e educacionais.

Também chegou ao PTS, em agosto do ano passado, o “hub”, espécie de centro desenvolvedor de inovações tecnológicas, da Atlan Group, holding de administração educacional, detentora das empresas Viamaker e Sim Inova. As novas instalações, dentro do PTS, demandaram investimentos de cerca de meio milhão de reais e, com isso, foram gerados 60 postos de trabalho diretos, fora os indiretos.

Já, em março de 2023, o Parque Tecnológico de Sorocaba teve inaugurada a primeira empresa a se instalar em sua área externa, a CleanNew, multinacional detentora de um novo conceito em impermeabilização e higienização de estofados. O prédio, de 3 mil m², começou a ser construído em março de 2022, sendo que a companhia investiu mais de R$ 10 milhões na instalação dessa nova unidade, gerando cerca de 50 empregos diretos.

Tecnologia, inovação, emprego e renda

Sorocaba vem atraindo, cada vez mais, empresas da área de tecnologia. E este é um movimento já consolidado, resultado de um foco muito grande que a cidade vem dando à questão da inovação e do desenvolvimento aliado à tecnologia”, disse o prefeito Rodrigo Manga.

Para o presidente do Parque Tecnológico de Sorocaba, Nelson Cancellara, esse indicador mostra o compromisso com a população e reflete, ainda, o trabalho sério e transparente que vem sendo realizado pela atual administração municipal. “Não haveria como fazer esse trabalho sem poder contar com a confiança do líder do Executivo de Sorocaba. E hoje estamos muito felizes em saber que o PTS tem contribuído em muito com o desenvolvimento econômico da cidade e também para a evolução da nossa região”, concluiu o presidente do PTS.”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *