Cícero Lucena se reúne com representantes da Cidade da Imagem e projeta Festival Internacional de Cinema em maio

No próximo mês de maio, a Prefeitura realiza o segundo Festival Internacional de Cinema de João Pessoa, que homenageará o ator Matheus Nachtergaele e terá, além da exibição de filmes, rodadas de negócios, cursos e capacitações. Nesta quinta-feira (1°), o prefeito Cícero Lucena se reuniu com representantes da Cidade da Imagem (CDI), um grande complexo tecnológico com sede em São Paulo, que vai ser parceira da gestão municipal no evento cultural. 

O encontro aconteceu no Centro Administrativo Municipal (CAM), em Água Fria, onde o gestor adiantou que o planejamento está bem avançado. “Principalmente no objetivo de consolidar o nosso Festival Internacional de Cinema e estamos encontrando parceiros que tenham, vamos dizer assim, a capacidade de colaborar com esse nosso objetivo. Então, como vamos ter mais um festival esse ano, estamos estabelecendo para que ele seja cada vez melhor, tanto para o público quanto para toda a cadeia do cinema”, afirmou o prefeito.  

De acordo com o diretor executivo da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), Marcus Alves, o planejamento para a realização do Festival teve início ainda no ano passado, durante visita do prefeito Cícero Lucena a Cidade da Imagem, em São Paulo. Ele adiantou que a programação do evento, com todas as atrações e participações, será divulgada ainda esse mês.  

“A gente está construindo essas parcerias, o Ministério da Cultura, a Cidade da Imagem, os parceiros locais. Nós temos um projeto aprovado na Lei Ruanet para financiamento do nosso festival, que estamos trabalhando agora, mas o fundamental é que o festival é possível graças a esse trabalho que a gente tem feito, que é uma base institucional para o audiovisual de João Pessoa”, afirmou.

A CEO da Cidade da Imagem, Sylvia Arone, disse que o Festival Internacional de Cinema de João Pessoa faz parte de um projeto ainda maior, onde a instituição também será parceira da prefeitura na formação de profissionais e que terá ainda a participação de escolas estrangeiras.  

“Capacitar os profissionais de forma prática, trabalhando em projetos reais, para que a gente possa aumentar a cadeia de profissionais do audiovisual em João Pessoa e, assim, a gente possa aumentar a cadeia de produção aqui do Nordeste, transformando João Pessoa num grande polo audiovisual para a região”, afirmou.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *