Prefeitura de Sorocaba promove formação a profissionais sobre transporte escolar para alunos com necessidades especiais – Noticias

Por: Rose Campos

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Educação (Sedu), realizou, no período de segunda (29) até quarta-feira (31), um curso de capacitação voltado aos profissionais do transporte escolar do município. O objetivo foi prepará-los para oferecer o melhor atendimento possível aos estudantes com necessidades específicas, como ocorre com pessoas com deficiência (PCD).

A Secretaria de Educação, por meio da sua Divisão de Educação Especial (DEE), entende que a interação dos estudantes com as pessoas que realizam o serviço de transporte é essencial para construir uma boa relação entre eles e a escola. A necessidade desse momento de capacitação foi levantada junto às próprias empresas e profissionais de transporte e as escolas, para que seja possível desenvolver um trabalho eficiente e com relação saudável entre estudantes e profissionais.

“A educação inclusiva é uma prática em construção e, por isso, deve ser sempre debatida, a fim de superarmos os desafios impostos por ela. É preciso articular conhecimento com prática e considerar todas as dimensões de uma educação realmente inclusiva. Nesse aspecto, a falta de informação é um dos maiores obstáculos para sua efetivação. É justamente isso que buscamos superar com a oferta dessa formação”, afirmou a coordenadora administrativa da Sedu, Izaura Mendes.

Para a gestora de Desenvolvimento Educacional da Sedu, Michele Loriano, o momento escolhido também foi bastante oportuno. “O objetivo é proporcionar espaços de diálogo sobre as diferenças implicadas na educação inclusiva. E isso é fundamental para que todos tenham um atendimento de acordo com as suas necessidades, sendo assim atendidos de maneira justa e com o princípio da equidade”, resumiu.

Roberta Frutuoso, do departamento comercial do grupo São João, foi uma das participantes e relatou ser muito importante essa formação. “Com certeza, será um divisor de águas no atendimento dos estudantes”, afirmou a profissional.

O motorista Júlio Basílio, outro participante, também elogiou a iniciativa. “Essas formações deveriam ser obrigatórias para todas as profissões, devido à importância do tema apresentado”, ele argumentou.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *