Grupo sul-africano tem interesse em investir em lodges ecológicos no Pantanal – Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

A beleza do Pantanal e a vocação da maior planície alagada do mundo para o turismo de contemplação despertou o interesse de um dos mais conceituados grupos internacionais em hotéis integrados a natureza e safaris ecológicos. Empresários sul-africanos do Grupo Natural Selection, que atua em três países africanos, estão interessados em investir em lodges (hotéis integrados à natureza) no Pantanal.

Os lodges são habitações criadas originalmente para hospedar turistas praticantes do safári em meio à selva africana, ao longo das décadas. Os lodges ganharam o mundo como uma opção de hospedagem integrada à natureza, perfeita para os que desejam conhecer e se aventurar por florestas, desertos e montanhas.

O grupo foi recebido na manhã de hoje (1) pelo secretário-executivo de Meio Ambiente da Semadesc (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), Artur Falcette, juntamente com o secretário de Estado de Governo, Rodrigo Perez, o diretor-presidente da Fundação de Turismo, Bruno Wendlig, e o diretor-presidente do Imasul (insituto de Meio Ambiente de MS), André Borges.

O encontro aconteuce na Governadoria e os investidores africanos têm como parceira no Estado a ONG Onçafári, por meio do CEO Mario Haberfeld, que juntamente com o CEO da Natural Selection, James Ramsay, o co-fundador e diretor de marketing David Von Smeerdijik, e o gerente de operações na Namíbia, vieram apresentar suas operações e conhecer mais da política de sustentabilidade e desenvolvimento do Estado.

De acordo com os empresários o conceito alia a conservação em primeiro lugar, protegendo os espaços selvagens para o futuro. O grupo atua em países como a Namíbia, Bostwana e África do Sul com portfólio de 22 acampamentos e alojamentos acolhedores em três países.

O objetivo da reunião, segundo o secretário-executivo da Semadesc, foi apresentar o conceito ao Governo e debater futuros investimentos no turismo de MS, voltados a sustentabilidade e na pegada de Carbono Neutro. “O Governo Riedel tem como pilar a preservação ambiental e uma gestão pública focada na sustentabilidade”, enfatizou Falcette.

No encontro, o CEO da Onçafari, Mario Haberfeld, destacou que a meta do grupo em investir em lodges de luxo na região do Pantanal, a exemplo do que já realizam na África do Sul.

O diretor da Fundtur, Bruno Wendling, explicou que o Estado conta atualmente um planejamento e estratégias consolidadas voltadas ao desenvolvimento com sustentabilidade. “Este tipo de empreendimento poderá trazer mais turistas à região interessados em atividades mais sustentáveis como observação de animais, focados em experiências de proteção ao meio ambiente”, adiantou.

O secretário de Governo, Rodrigo Perez, salientou que o Governo do Estado apoia a ideia de turismo com sustentabilidade e garantindo a preservação do meio ambiente. “Mato Grosso do Sul vive um momento excepcional de investimentos e projetos desta natureza são bem vindos desde que garantam a proteção tanto do meio ambiente, quando das comunidades locais que habitam na região pantaneira”, concluiu.

Rosana Siqueira, Comunicação Semadesc
Fotos: Saul Schramm

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *