Hospital Prontovida realiza primeira cirurgia por vídeo

O Hospital Municipal Prontovida, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realizou nesta sexta-feira (16) a primeira cirurgia por vídeo da unidade hospitalar. O procedimento realizado foi um colecistectomia por vídeolaparoscopia, em um homem de 76 anos. A cirurgia faz parte do programa ‘João Pessoa Opera Mais’, que deverá realizar oito mil procedimentos, entre cirurgias e diagnósticos eletivos, por meio da rede hospitalar da Capital.

“O Hospital Prontovida não contava com centro cirúrgico e a SMS ativou, recentemente, duas salas cirurgias completas, tendo em uma dessas o equipamento de vídeolaparoscopia, que permite procedimentos sem a necessidade de grandes cortes cirúrgicos, com pequenas incisões, sendo uma cirurgia menos invasiva e com mais benefícios para o paciente, que terá menor chance de desenvolver feridas operatórias e/ou infecção hospitalar, além de precisar de tempo menor de internação e ter uma recuperação mais rápida. Nesta cirurgia realizada hoje o paciente receberá alta dentro de 24h e o tempo de recuperação esperado é de 10 dias”, explica o diretor geral do Prontovida, Gustavo Rique.

De acordo com o médico e diretor geral do hospital o procedimento realizado é um diferencial para a assistência prestada pelo Prontovida.

“Para o hospital Prontovida isso é muito importante, pois elevamos o nível do hospital, que conseguirá atender a população de uma forma muito melhor do que antes, com excelência para que o paciente tenha a melhor assistência sempre. A torre de vídeo permite realizar cirurgias em diversas especialidades, a primeira é a abdominal, que são os procedimentos que temos realizados, mas podemos realizar em outras áreas também. É uma alegria poder ofertar isso à população por meio da Secretaria de Saúde e da Prefeitura de João Pessoa”, destaca Gustavo Rique.

Atualmente na unidade são realizados procedimentos cirúrgicos considerados de médio porte como colecistectomia, histerectomia, hernioplastia incisional, hernioplastia inguinal. Até então, esses procedimentos eram realizados de forma aberta, com necessidade de cortes cirúrgicos, a partir de agora as cirurgias por vídeo passam a integrar o rol de procedimentos cirúrgicos, tendo o hospital, a capacidade de realizar até duas cirurgias por videolaparoscopia por dia.

A realização da cirurgia de forma aberta ou laparoscópica dependerá de cada caso e, será realizada de acordo com a indicação pós-avaliação do cirurgião.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *