Agência Minas Gerais | Hospital Infantil João Paulo II promove ações em referência ao Dia da Criança Traqueostomizada

Em busca de promover a conscientização sobre o Dia Nacional da Criança Traqueostomizada – favorecendo a inclusão social desse público – o Hospital Infantil João Paulo II (HJPII), da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) reuniu  nesta segunda-feira (19/2) profissionais da saúde e famílias de crianças cadastradas no Serviço de Assistência Integral à Criança Traqueostomizada (Sait). Referência estadual em assistência multidisciplinar voltada exclusivamente para o cuidado dessas crianças, o serviço possui o maior número de usuários assistidos, com 800 pacientes cadastrados atualmente. 

O diretor do Complexo Hospitalar de Urgência e Emergência da Fhemig (hospitais João XXIII, Infantil João Paulo II e Maria Amélia Lins), Fabrício Giarola, esteve presente e aproveitou para parabenizar toda a equipe pelo trabalho que vem sendo realizado. “É um momento de muita alegria celebrar esta data de hoje, que nos lembra a importância de voltarmos nossa atenção a essas crianças. O Sait é pioneiro, desenvolvido aqui no HIJPII, e motivo de muito orgulho. É satisfatório saber que esse tipo de serviço é realizado aqui. Só posso agradecer e parabenizar toda a equipe que trabalhou para que isso fosse possível”, afirmou. 

Para a pneumologista do HIJPII e coordenadora do Sait, Isabela Pinicin, comemorar a data é uma grande alegria e conquista: “É uma oportunidade de darmos vozes a essas crianças e famílias, de clamarmos por um olhar mais atencioso para todas as suas demandas que precisam ser atendidas pela sociedade, pelas escolas, pelos serviços de saúde e em outras esferas. O HIJPII representa um serviço de referência e, por isso, queremos auxiliar na divulgação do conhecimento para que cada vez mais profissionais saibam cuidar dessas crianças. Esperamos que esta data seja sempre uma oportunidade para lutarmos pela inclusão social e melhor qualidade de vida para todas elas”.

Acolhimento

Rayanne de Souza Campos é mãe da Mariana, de 2 anos e 7 meses, e só tem elogios ao serviço. Aos 9 meses de vida, sua filha foi diagnosticada com bronquiolite e precisou ser intubada por 28 dias, resultando em uma estenose subglótica (estreitamento abaixo das pregas vocais) por tempo de intubação. “Após seis meses de idas e vindas ao hospital, com várias intubações que agravaram a estenose – e muitas tentativas para tratar o problema, foi indicada a traqueostomia, que também foi realizada aqui mesmo no HIJPII, em agosto de 2022”, conta. 

Desde então, a pequena Mariana é assistida pela equipe do Sait, que também realiza a troca de cânulas regularmente. “O atendimento do Sait tem sido essencial para o tratamento da minha filha. Eles chegaram, inclusive, a treinar os profissionais da escola em que ela frequenta. Além disso, o acolhimento da equipe tem nos dado muita segurança. Sou grata a todos os profissionais e ao hospital”, elogia.

Nícolas / Crédito: Rafael Assis

Para ela, o evento de hoje é de grande importância. “Traz muita visibilidade para as crianças traqueostomizadas. Estamos felizes em participar”. 

Vida nova

Viviane Pereira de Lima do Nascimento, mãe do Samuel, concorda. “É sempre bom ter eventos como este para celebrarmos o sucesso do excelente trabalho realizado pelos profissionais que tanto estudam para cuidar das nossas crianças e dar conforto e confiança para as famílias e pacientes do Sait. 

Em 2017, seu filho precisou ser intubado devido a um quadro grave de pneumonia, resultando na necessidade de traqueostomia durante quase três anos. “Foi muito difícil todo o processo de aceitação pelo que estávamos vivendo, mas fomos sempre muito bem amparados pela equipe do HIJPII”, afirma. 

Hoje, aos 15 anos, Samuel tem uma vida normal. “Fiquei sem palavras quando soube que ele seria decanulado (retirada da cânula da traqueostomia). Saímos muito gratos a Deus e à equipe do Sait e do hospital, que sempre nos orientou muito bem. O serviço é essencial, pois nos ajuda a adaptar à nova vida das nossas crianças”, elogia Viviane.  

Samuel também só tem a agradecer. “Sempre fui muito bem tratado por toda a equipe. Não tenho palavras para agradecer tudo o que fizeram por mim”, afirma.

Causas

Traqueostomia é a abertura de um orifício na traqueia e colocação de uma cânula para a passagem de ar. Entre as causas mais comuns dessa intervenção em crianças, estão: tempo prolongado de intubação por prematuridade, problemas no parto, necessidade prolongada de ventilação mecânica por doenças graves, sequelas neurológicas ou após acidentes.

Sait

Fundado em 2011, o Serviço de Assistência Integral à Criança Traqueostomizada (Sait) presta assistência ampla, integral e de qualidade às crianças, realizando assistência periódica por equipe multidisciplinar – composta por pneumologista, broncoscopista, fonoaudióloga, fisioterapeuta respiratório, enfermeira, técnico de enfermagem, psicólogo e assistente social. 

Além disso, promove troca de cânulas regularmente e realiza treinamento dos familiares e cuidadores para o manejo adequado da traqueostomia, destacando a prevenção e a abordagem de complicações.

Rafael Assis

Caderneta

Em fevereiro de 2023, a Fhemig lançou a Caderneta da Criança Traqueostomizada”, idealizada pela equipe do Serviço de Assistência Integral à Criança Traqueostomizada (Sait) do Hospital Infantil João Paulo II (HIJPII). O objetivo do material é fornecer informações relevantes aos familiares e cuidadores, além de auxiliar na comunicação entre eles e a equipe assistencial. 

Em junho do mesmo ano, a Joana – uma boneca de 42 centímetros, inspirada na personagem principal da caderneta – chegou ao hospital promovendo grandes avanços na abordagem dos pequenos usuários do Sait. 

A boneca de olhar feliz, que teve seu nome escolhido para homenagear a primeira criança assistida pelo serviço, evidencia que a alegria de ser criança permanece, mesmo com a traqueostomia. 

Juntos, ela e o Léo – o outro boneco que já está no hospital há alguns anos – ajudam a trazer mais leveza na hora de realizar os procedimentos médicos.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *