Agência Minas Gerais | Governo de Minas anuncia autorização para contratação de 68 profissionais para o Hospital Universitário da Unimontes

O Governo de Minas autorizou a nomeação de mais 68 candidatos classificados no concurso público de servidores técnico-administrativos da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) para atuação no Hospital Universitário Clemente de Faria (HU-Unimontes). O anúncio foi feito pelo vice-governador, Professor Mateus, neste sábado (24/2), em Montes Claros, no Norte de Minas.

Com a novidade, o Estado vai reforçar a estrutura da unidade para melhor atendimento à comunidade, tendo em vista que o HU-Unimontes oferece assistência 100% gratuita, exclusivamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS), com suporte à população de todo o Norte do estado. “Temos a expectativa de melhorar o atendimento feito aqui, dando mais tranquilidade tanto para a equipe quanto para os pacientes. É uma melhora considerável da condição de atendimento das equipes de saúde, aumentando também a nossa capacidade de atendimento”, avaliou Professor Mateus.

O vice-reitor da Unimontes, Professor Dalton Caldeira Rocha, corrobora essa visão, e pontua a importância do hospital para toda a região, inclusive recebendo pacientes da Bahia, e para os alunos da universidade. “É importante compreender que o HU-Unimontes atende a macrorregião, não só a cidade de Montes Claros, e a demanda que a região necessita é sempre maior que a capacidade operacional”, afirmou.

“Então nosso trabalho é aumentar a capacidade operacional, pensando em dois aspectos importantes: a segurança do paciente e a prestação de um serviço humanizado, característica de um hospital que também é escola, que cuida da formação dos profissionais do futuro”, complementou o vice-reitor.

As vagas a serem preenchidas se referem ao concurso público regido pelo Edital nº 001/2018, realizado em 2018. O prazo de vigência do concurso, que terminaria em janeiro de 2024, foi prorrogado até janeiro de 2026.

Até o momento, 78 aprovados neste edital já foram chamados pelo Estado. Com a nova autorização, passará para 146 o número de convocados neste processo seletivo.

As nomeações dos candidatos classificados para o preenchimento de vagas nos cargos de analista universitário da saúde e de técnico universitário da saúde foram viabilizadas após articulação da gestão superior da universidade com a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag-MG).

A partir de agora, a Diretoria de Desenvolvimento de Recursos Humanos (DDRH) da Unimontes vai adotar as providências para as nomeações, que deverão ser efetivadas por meio de ato assinado pelo governador Romeu Zema, a ser publicado no Diário Oficial do Estado.

 

Marco Evangelista / Imprensa MG

Obras no HU-Unimontes

Professor Mateus também acompanhou o andamento de obras, como a conclusão da readequação da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI Neonatal) do HU-Unimontes. O trabalho está sendo realizado sem interrupção dos serviços hospitalares, garantindo o atendimento à população.

O objetivo dessas melhorias é acomodar os pacientes neonatais e pediátricos e garantir a segurança do local, além de aumentar a funcionalidade do ambiente de trabalho dos funcionários, humanizar o espaço de atendimento à família do paciente e adequar o ambiente da UTI às normas vigentes.

O investimento está avaliado em mais de R$ 1,16 milhão, com previsão de finalização do empreendimento no segundo semestre de 2024.

O vice-governador de Minas também esteve na Central de Material Esterilizado que passa por obras de conclusão, reparo e restauração para otimizar a assistência hospitalar e viabilizar um espaço funcional. Essas obras têm previsão orçamentária de mais de R$ 720 mil.

“O mais importante é ter uma UTI neonatal que funciona bem e com segurança, e ter esterilização no padrão de um hospital do tamanho do HU-Unimontes que merece”, destacou Professor Mateus.

A Unimontes também vai reformar os vestiários dos funcionários do hospital. Após conclusão do processo de licitação, o prazo estimado para realização da obra é de oito meses, ao custo estimado em R$ 230,5 mil.

Concurso público

Nesta semana, o Governo de Minas também confirmou a autorização à Universidade Estadual de Montes Claros para realizar novo concurso público para professor de nível superior, visando ao preenchimento de 321 vagas nas diversas áreas do conhecimento na instituição.

“Essa contratação vem trazer tranquilidade para a parte do corpo docente que hoje tem vínculo temporário com a instituição e, por outro lado, nos dá a oportunidade de reorganizar os cursos que temos”, afirmou Professor Mateus.

O último concurso para professor de nível superior da Unimontes foi autorizado em 2014 e homologado em 2015, sendo que o processo seletivo foi concluído em 2019, com o preenchimento de 468 vagas.

Com a realização do novo processo de seleção, a universidade poderá atender às demandas de todos os departamentos e cursos, além de melhorar de forma significativa as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

A partir de agora, estão sendo adotadas medidas para elaboração dos editais do concurso pela Diretoria de Desenvolvimento de Recursos Humanos (DDRH) e pela Comissão Especial Permanente, responsável pelas atividades relativas aos concursos públicos, com ampla participação da comunidade acadêmica, por meio dos departamentos.

“Nós fizemos o dimensionamento da força de trabalho, junto à Seplag-MG, que revelou a necessidade de mais pessoal. E quando o governo nos atende é porque entende a importância tanto do hospital, quanto do ensino e da Unimontes para a região”, pontuou o reitor da universidade, Wagner de Paulo Santiago.

A perspectiva é que os editais sejam divulgados ainda no primeiro semestre de 2024.

 

Marco Evangelista / Imprensa MG

Anel Viário

O vice-governador também vistoriou as obras do Anel Viário de Montes Claros, com 1,6 quilômetros concluídos no trecho D-Nordeste e com evolução de 90% nos 9,6 quilômetros do trecho C. Dos 2,8 quilômetros do trecho B, 15% já estão prontos.

A obra é uma demanda antiga da população e atenderá um dos maiores entroncamentos rodoviários do país, integrando as rodovias BR-135, BR-365 e BR-251.

O Contorno de Montes Claros foi incorporado ao contrato com a concessionária Eco-135, responsável pela gestão dos mais de 300 quilômetros da BR-135 de Curvelo a Montes Claros.

O investimento é de R$ 250 milhões e a conclusão das obras está prevista para setembro de 2024. Os trechos finalizados do Anel Viário já promovem melhorias para os moradores.

“Era um entulho de descartes e animais mortos, era difícil demais chegar aqui”, contou Ilson Pereira de Souza. O aposentado é natural de Capitão Enéas e mora há 36 anos em Montes Claros, onde hoje cuida de uma casa à beira da nova via, local em que também tem sua própria plantação.

“Hoje o pessoal já está construindo casas, chácaras e galpões. Mudou muito e traz um benefício muito grande de não precisar ir ao centro da cidade”, afirmou.

O desvio do fluxo traz alívio, principalmente para a retirada de veículos de grande porte da área urbana. “É uma obra muito esperada para tirar caminhões de dentro da cidade. Muitos acidentes estavam ocorrendo lá, é uma obra muito necessária porque Montes Claros hoje é uma metrópole”, disse o gestor jurídico Willian Fagundes, natural da cidade.

Para o empresário Wagner Aguiar, conhecido como Pelé, as consequências do contorno viário da cidade já podem ser percebidas. “Tem uns 40 anos que estamos aguardando essa rodovia, desafogando o tráfego, beneficiando todos nós da região, principalmente para a área agrícola e demais empresas vizinhas. Acabou o problema de caminhão atolando e a gente ajudando a desatolar com trator”, disse ele, que agora consegue transportar as máquinas agrícolas para os clientes sem contratempos.

“Aqui antes era fechado, cheio de mato, era uma estrada sem fluxo nenhum. Trouxe mais progresso e mais segurança”, reiterou Pelé.

Para o vice-governador de Minas, as obras representam um efeito dominó de prosperidade para a região. “Acabou a terra e o barro. Agora há mais facilidade pra transitar e vão surgindo oportunidades. Agora estamos falando de desenvolvimento para os lados de cá da Estrada da Produção, mais empregos sendo gerados, mais gente com condições de morar aqui”, prevê Professor Mateus.

Além do Anel Viário de Montes Claros, a concessionária também realiza manutenção, recuperação de pavimentos, construção de passarelas e faixas adicionais na BR-135, além de promover outras melhorias nas rodovias LMG-754 e MG-231.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *