Censo Previdenciário do PREVINI entra na reta final

A um mês do prazo para o fim do Censo Previdenciário em Nova Iguaçu, menos da metade dos pensionistas da Prefeitura da cidade procurou o Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Nova Iguaçu (PREVINI) para a realização do recadastramento. A atualização do registro, prevista em lei, deve ser feita por estas pessoas, além de servidores ativos e inativos, até o dia 31 de março, sob pena de suspensão dos benefícios.

O Censo Previdenciário teve início em 21 de agosto do ano passado. Desde então, 8.207 pessoas já passaram pelo processo, realizado presencialmente no PREVINI. O número representa 71,59% dos 11.465 atendimentos esperados. Considerando apenas os pensionistas, foram realizados apenas 433 recadastramentos, 42,37% do total.

Para evitar filas, o PREVINI convocou servidores ativos estatutários da Prefeitura, da Câmara Municipal, da Fundação Educacional e Cultural de Nova Iguaçu (FENIG) e do próprio instituto, além de aposentados e pensionistas, dividindo os grupos de beneficiários por mês de aniversário. Nesta sexta-feira (1º), termina o prazo para os ativos nascidos nos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro. A data também marca o encerramento do prazo para aposentados e pensionistas aniversariantes de março, abril e maio.

A partir do dia 4 de março, o PREVINI não fará mais seleção de atendimento por mês de nascimento dos beneficiários. Todos os pendentes poderão comparecer ao instituto, na Rua Antenor de Moura Raunheitti, nº 95, Bairro da Luz, para a realização do recadastramento, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, até o dia 31 de março. Os chamados deverão comparecer ao local dentro do prazo estipulado, sob pena de ter suspenso o pagamento de suas remunerações até que sejam cumpridas as exigências.

Instituto faz busca ativa

A presidente do PREVINI, Jailce Scofano, acredita que a baixa procura por parte dos pensionistas pode ser explicada pelo “menor vínculo” entre ele e a municipalidade. “Os servidores ativos e até mesmo os aposentados têm muitos contatos dentro dos órgãos públicos e acabam divulgando o censo entre seus colegas de modo informal. Já os pensionistas não têm tanto vínculo com estas pessoas, uma vez que era o servidor falecido que tinha esta ligação mais direta, e muitos acabam não recebendo a informação”, alerta Jailce.

Por este motivo, o PREVINI vem realizando a chamada busca ativa pelos seus pensionistas. Ela é feita diariamente, seja por ligação ou mensagens via WhatsApp, de forma individual e por ordem alfabética. Para que a comunicação seja eficaz, é fundamental que todos tenham o número de telefone atualizado no cadastro do instituto. Para estreitar ainda mais o vínculo entre servidores, pensionistas e o governo, a Prefeitura de Nova Iguaçu conta com um grupo no aplicativo de mensagens Telegram, denominado Servidores de Nova Iguaçu. Nele, semanalmente é divulgado o calendário do Censo Previdenciário.

Recadastramento é fundamental para o planejamento financeiro

Censo previdenciário é um levantamento detalhado e abrangente de informações sobre os beneficiários de um sistema de previdência social, como aposentadorias e pensões, que precisam manter registros atualizados e precisos dos seus beneficiários. Nesse processo, os beneficiários são solicitados a fornecer uma ampla gama de informações pessoais e financeiras para as autoridades previdenciárias. Isso inclui dados como idade, estado civil, dependentes, renda, condição de saúde e outros fatores que podem influenciar o cálculo dos benefícios.

“Trata-se de um processo crucial para atualizar os dados cadastrais dos servidores e alinhar essas informações com a base nacional da Previdência Social. Ele proporciona benefícios como planejamento financeiro mais preciso, avaliações confiáveis para análises atuariais, melhores controles internos e auditorias, além de garantir benefícios justos aos servidores. Em essência, o censo mantém o sistema previdenciário eficiente e transparente, fortalecendo sua capacidade de atender às necessidades atuais e futuras.”, esclarece Jailce Scofano.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *