HM e mais 7 órgãos de Saúde buscam excelência no atendimento

Sheila Faria


Secretaria de Saúde

O Hospital Municipal, 5 Unidades Básicas de Saúde (Novo Horizonte, Eugênio de Melo, Vista Verde, Vila Tesouro e Vila industrial), Samu do Alto Vale do Paraíba e o Centro de Reabilitação Lucy Montoro deram um passo importante em direção à excelência no atendimento à população.

Para isso, foi iniciado o processo de conquista do nível 3 de acreditação –que indica Excelência– de acordo com as normas da ONA (Organização Nacional de Acreditação).

A proposta é ousada e busca a certificação em rede, com a avaliação simultânea dessas 8 unidades de Saúde ao longo deste ano, feita pelo Instituto Qualisa de Gestão, responsável por mais de mil certificações. 

Segundo o Instituto Qualisa, construir redes integradas de cuidados é a única solução para a sustentabilidade do sistema de saúde. Para o Qualisa, essa certificação em rede deve ser pioneira na região e vai influenciar outros municípios a adotarem esse procedimento.

“O desafio é grande, mas importante. Passar por um processo de certificação como esse traz conhecimento, melhoria dos métodos de trabalho, aperfeiçoamento da gestão, que acaba revertendo em prol da nossa população. Envolver uma rede integrada nesse processo eleva exponencialmente esses benefícios à população e constrói uma integração maior entre diversos aparelhos de saúde SUS da cidade”, afirmou o diretor técnico do Hospital Municipal, Carlos Alberto Maganha.

A acreditação é um método de avaliação voluntária que funciona como uma certificação para qualificar serviços prestados por instituições de Saúde. O objetivo é melhorar sempre o atendimento e a segurança dos pacientes.

Uma equipe do Instituto Qualisa de Gestão visitou o HM, as UBS’s, o Samu e o Lucy Montoro em fevereiro para um diagnóstico. A próxima visita está prevista para abril, outras serão agendadas durante o ano.

Foi criado um grupo de trabalho no HM para acompanhar o processo, que deve terminar no final deste ano. “A cada certificação alcançamos um novo ciclo de melhorias”, afirmou a médica Christiany Maria Cavalcante, coordenadora de Qualidade do Hospital Municipal. 

No HM, a primeira certificação foi conquistada em 2016, no nível 1, quando foram analisados diversos procedimentos como segurança cirúrgica, medicamentosa, prevenção a infecções, entre outros itens. Em 2022, o HM foi acreditado com o nível 2 (Pleno).

Rede

Todas as instituições que estão sendo avaliadas são gerenciadas pela SPDM (Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina). O Hospital Municipal e as UBS’s são mantidas pela Prefeitura de São José dos Campos.

O Samu do Alto Vale, que atende São José, Caçapava, Igaratá, Jacareí, Jambeiro, Paraibuna e Santa Branca, é mantido pelas prefeituras e administrado por meio de um contrato de gestão entre a SPDM e o Consavap (Consórcio Intermunicipal de Saúde do Alto do Paraíba). O Lucy Montoro é mantido pelo governo do Estado.


MAIS NOTÍCIAS

Secretaria de Saúde

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *