Museus de MS recebem temporada cultural no estado entre 13 e 19 de maio – Agência de Noticias do Governo de Mato Grosso do Sul

Com o tema “Museus, Educação e Pesquisa”, a 22ª Semana Nacional de Museus acontece entre 13 e 19 de maio de 2024, com a proposta de levantar uma reflexão sobre os ‘objetivos de desenvolvimento sustentável’ (ODS), das Nações Unidas.

Em 2024, as metas são para garantir educação de qualidade inclusiva e equitativa, na promoção de oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos (na área de educação de qualidade), e para construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação (na área de indústria, inovação e infraestruturas).  

Anualmente, o tema é proposto pelo ICOM (Conselho Internacional de Museus) para a comemoração do Dia Internacional dos Museus, que é celebrado no dia 18 de maio, com uma temporada cultural coordenada pelo IBRAM (Instituto Brasileiro de Museus).

Em Mato Grosso do Sul, as ações são organizadas pelo Sistema Estadual de Museus de MS, que integra a Gerência de Patrimônio Histórico e Cultural da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul. O evento no Estado é realizado em parceria com a SED (Secretaria de Estado de Educação), Sectur (Secretaria Municipal de Cultural e Turismo) e Iphan (Instituto do Património Histórico e Artístico Nacional).

A abertura oficial do evento será no dia 13 de maio, às 10h, no MIS (Museu da Imagem e do Som), localizado no Memorial da Cultura Apolônio de Carvalho (na Av. Fernando Corrêa da Costa, 559, 3° andar). Na ocasião será realizada a ‘Mesa Redonda’ com o tema “Museus, Educação e Pesquisa – Altas Habilidades e Arte Educação”, com participação de Eliane Fraulob, gerente pedagógica do CEAM/AHS (Centro Estadual de Atendimento Multidisciplinar para Altas Habilidades/Superdotação) e de Israel Zayed, arte educador, pesquisador e artista visual.

No dia 14 de maio, às 8hs, será realizada a Oficina “Museus e Patrimônio”, com organização de Cristiane Freire e ministrada por Caciano Lima, para alunos e professores da Escola Estadual Maria Constança de Barros Machado, na Rua Marechal Rondon, 451, Bairro Amambaí.

No dia 17 de maio, das 14h às 16h30, será realizado o VIII Encontro da REM (Rede de Educadores em Museus) de Mato Grosso do Sul, com a palestra “Museus, Educação e Pesquisa – Uma conversa sobre a Política Nacional de Educação Museal (PNEM) e outras experiências da Educação Museal em Mato Grosso do Sul”. O evento será no auditório do Museu das Culturas Dom Bosco, no Parque das Nações Indígenas. 

No 18 de maio, das 16h às 21h, acontecerá um grande Sarau para a celebração do Dia Internacional de Museus, na Praça da Locomotiva, (localizada na Orla Ferroviária, ao lado do MuAU – Museu de Arte Urbana). Para este evento estão sendo programadas intervenções artísticas, música, feira de artesanato e artes visuais, praça de alimentação.

A gerência de Patrimônio Histórico e Cultural e a Coordenação do Sistema Estadual de Museus (SIEM-MS) organizam e realizam os ventos específicos e durante toda a semana (13 a 19 de maio). Os museus e casas de memória de todo o estado de Mato Grosso do Sul que se inscreverem no site do IBRAM realizarão uma programação especial. Em breve serão divulgados os museus inscritos no site do Ibram.

A coordenadora do Sistema Estadual de Museus, Cristiane Freire, diz que o intuito maior do evento é sempre promover, divulgar, valorizar e fortalecer os museus ou espaços e casas de memória. “Porque se busca ampliar o público para essas instituições especialmente neste período, mas com um desejo de que a partir desta possibilidade esse público volte quantas vezes ele se sentir tocado, participante desses lugares especiais que são os museus e casas de memória. Também se tem a intenção de integrar diferentes instituições, então abre-se um diálogo entre museus e casas de memória. A ideia de fortalecer esses equipamentos culturais proporciona um aumento de visibilidade, também incentiva a realização de novas ações e novos projetos, assim a gente tem a possibilidade de colocar para a sociedade que ainda não conhece os museus das cidades do Estado, que elas possam conhecer, e aquelas que já conhecem que retornem”.

Karina Lima, Fundação de Cultura
Foto: Fundação de Cultura

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *