Agência Minas Gerais | Minas Gerais e demais Estados do Cosud se mobilizam para ajudar o Rio Grande do Sul

O Consório de Integração Sul Sudeste (Cosud) está mobilizado em apoio ao governo do Rio Grande do Sul no enfrentamento às enchentes que atingem o estado desde a última semana, deixando vítimas e desabrigados.

Nesta terça-feira (7/5), o consórcio divulgou uma carta detalhando as ações coordenadas realizadas pelos Estados. “Os governadores do Cosud estão em contato constante com o governador Eduardo Leite para o envio de ajuda humanitária, além de despender recursos humanos e materiais, dentro de uma força-tarefa em socorro ao Rio Grande do Sul”, diz o texto.

“Profissionais do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e da Defesa Civil dos seis estados foram deslocados para auxiliar, entre outros serviços, no resgate da população ilhada pelas enchentes, conforme orientação de seus pares gaúchos. Equipamentos, viaturas e aeronaves também foram destacadas para contribuir com este trabalho”, detalha. 

O Governo de Minas Gerais enviou 28 bombeiros militares especializados em busca e salvamento em grandes desastres, além de integrantes da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), Serviço Social Autônomo (Servas), Copasa e Cemig. 

Leia a carta na íntegra abaixo:

O Consórcio de Integração Sul Sudeste (Cosud), formado pelos sete estados das duas regiões, se solidariza com a situação enfrentada pelo Rio Grande do Sul, um de seus estados-membros. Os governos de cada um dos entes do Cosud não medem esforços para auxiliar no que for preciso para salvar vidas e contribuir com a população afetada pelas fortes chuvas que atingem o estado desde a última semana.

O momento sensível exige um trabalho coordenado e integrado no auxílio a um de seus entes, bem como a qualquer Unidade da Federação que enfrentasse problemas semelhantes.

Os governadores do Cosud estão em contato constante com o governador Eduardo Leite para o envio de ajuda humanitária, além de despender recursos humanos e materiais, dentro de uma força-tarefa em socorro ao Rio Grande do Sul.

Profissionais do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e da Defesa Civil dos seis estados foram deslocados para auxiliar, entre outros serviços, no resgate da população ilhada pelas enchentes, conforme orientação de seus pares gaúchos. Equipamentos, viaturas e aeronaves também foram enviados para contribuir com este trabalho.

A mobilização também envolve o envio de donativos que estão sendo arrecadados junto à população, alimentos, água potável, kits dormitório, colchões, EPIs, entre outros itens. Abaixo, estão descritas as atuações de cada um dos estados neste momento que exige união e solidariedade.

Paraná

Corpo de Bombeiros

• 34 bombeiros militares

• Nove viaturas

• Quatro embarcações


Batalhão da Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA)

• Helicóptero Falcão 08 auxiliando nos resgates

 

Polícia Militar

• 30 policiais militares

• Sete viaturas do Batalhão de Choque

 

Defesa Civil

• 15 caminhões partiram de diferentes cidades do Paraná na segunda-feira (6/5) levando 800 colchões e kits dormitório, 1,5 mil caixas com copos d’água e 190 toneladas de donativos, incluindo alimentos não perecíveis, itens de higiene pessoal, materiais de limpeza, água e telhas arrecadados por meio da campanha SOS RS.

Campanha SOS RS está arrecadando os donativos em todos os quartéis dos Bombeiros do Paraná

 

Casa Militar

• Aeronave do estado levou no domingo (5) bolsas de nutrição parental (NPT) a crianças internadas em hospitais de Santa Maria e Santiago

 

São Paulo

Corpo de Bombeiros

• 33 militares

• Dois cães farejadores

 

Comando de Aviação da Polícia Militar

• Oito pilotos

• Três mecânicos de aeronave

• Dois médicos

• Dois enfermeiros

• Quatro tripulantes

 

Aeronaves, viaturas e embarcações

• Três Helicópteros Águia (Águia12, Águia 33 e Águia 24)

• Oito viaturas do Corpo de Bombeiros

• Sete embarcações do Corpo de Bombeiros

• Quatro veículos 4×4 da Defesa Civil

 

Defesa Civil

• 16 militares

• Um geólogo

Fundo Social

O Fundo Social de São Paulo (FUSSP) e a Defesa Civil do Estado iniciam neste domingo (5) uma campanha humanitária em prol das vítimas das recentes chuvas no Estado do Rio Grande do Sul. A ação do Governo de SP tem como objetivo arrecadar água potável, itens de higiene e limpeza para fornecer assistência às comunidades afetadas. As doações devem ser entregues no depósito do Fundo Social, localizado na Avenida Marechal Mário Guedes, 301, no bairro do Jaguaré na Capital, das 8h às 17h.

Rio de Janeiro

 

CBMERJ e Sedec-RJ:

• Até o momento, 64 bombeiros militares

• Helicóptero AW169, bimotor, com capacidade de voo noturno

• 15 embarcações (botes e barcos de alumínio)

• Cinco viaturas

• 200 Materiais para salvamento em desastres: desencarceradores, cordas, rescue tube, etc

• Até 6/5, já foram realizados cerca de 70 resgates de pessoas com vida

 

Polícia Civil

• Dez agentes do Serviço Aeropolicial da Coordenadoria de Recursos Especiais (Saer / Core) • Aeronave bimotor que opera por instrumentos, inclusive à noite. Capacidade para 8 passageiros e 2 pilotos.

• Equipe multidisciplinar com peritos papiloscopistas, bucomaxilo, entre outros profissionais (cedidos conforme necessidade e demanda solicitada)

 

RioSolidario

• Mobilização de parceiros para doações

• Instituição também mobiliza a população para contribuição via PIX pelo CNPJ 00517666000111.

 

Minas Gerais

 

Corpo de Bombeiros Militar (CBMMG)

• 28 bombeiros militares, especializados em busca, salvamento em enchentes, inundações e grandes desastres

• Três viaturas de salvamento

• Um veículo apropriado para o transporte de dois cães de busca

• Um caminhão que transporta diversos materiais e equipamentos logísticos

• Três botes

• Uma motoaquática (jetsky)

 

SES

• Um avião Cesna Caravan, com capacidade para transporte de até nove passageiros. A aeronave também pode levar equipamentos e fazer transporte de feridos em distâncias maiores

• Um helicóptero Esquilo, operado em parceria com o CBMMG, capaz de realizar resgates e transporte de feridos

 

Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec-MG)

• Quatro agentes da Defesa Civil de Minas Gerais

• Dez militares da Defesa Civil estadual

• Uma aeronave da PMMG, com cinco tripulantes equipados para voo noturno

• Uma viatura

• 750 colchões

Obs: na próxima semana será reforçado efetivo

 

Copasa

• 22 técnicos da Copasa seguem para o Rio Grande do Sul para auxiliar na retomada da operação das estações de tratamento de água, dar manutenção em painéis elétricos e moto-bombas etc.. A equipe inclui especialistas para ajudar no tratamento e qualidade da água.

 

Ajuda humanitária:

• 18,2 mil litros de água potável, em 1,3 mil caixas, com 70 copos d’água.

 

Servas

• Atendimento humanitário com ponto de coleta e distribuição de doações.

• Instituição também mobiliza a população para contribuições via Pix pela chave ppe@servas.org.br

 

Cemig

• Um helicóptero para apoio logístico e atendimento emergencial

• Equipe à disposição para o reestabelecimento da energia elétrica em cidades atingidas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *