Secitec tem 102 equipes inscritas nos Desafios em Ciência e História

A Prefeitura de João Pessoa divulgou, na tarde desta sexta-feira (17), o total de inscritos que irão participar dos Desafios Paraibano em Ciência e História, eventos que acontecerão dentro da 20ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, nos dias 23, 24 e 25 no Espaço Cultural José Lins do Rego, em Tambauzinho.  

De acordo com a Secretaria de Ciência e Tecnologia (Secitec), se inscreveram 707 alunos de 48 escolas, totalizando 102 equipes. As provas dos desafios acontecerão nos dias 23 e 24, das 9h às 12h.  

Os desafios foram criados pela Seleção Paraibana de Olimpíadas Científicas, projeto idealizado por Daniel Wiliam e Geovanny Arthur, jovens de 18 anos que estudaram em rede pública. A ideia da iniciativa surgiu quando eles perceberam que havia várias disputas esportivas entre escolas.  

“Geralmente tem jogos internos e eu sempre acompanhei muito, principalmente futsal e vôlei. Sempre via que aqueles que ganhavam representavam a Paraíba na etapa nacional. Então, a gente pensou ‘por que não ter uma Seleção Paraibana de Olimpíada de Científica? Por que não fazer um time que represente a gente nas nacionais?’ E assim foi quando surgiu a ideia”, explicou Geovanny Arthur.  

A intenção de Daniel e Geovanny é popularizar as olimpíadas e torná-las mais acessíveis aos estudantes por meio de um preparo especial oferecido pela seleção. “Nós criamos o Desafio em História Paraibana e o Desafio Paraibano em Ciências com o intuito de incluir as pessoas que não gostam de matemática”, comentou Daniel William.  

Segundo eles, por ser o primeiro ano de competição, a adesão aos desafios foi muito boa. “Estamos com mais de 700 inscritos em desafios que criamos esse ano. Há dois meses, essa ideia estava ainda no papel. Então, a gente considera esse um número bem expressivo”, frisou Daniel William.  

Desafio em Ciências – O 1º Desafio Paraibano em Ciências (DPC) é dirigido a alunos de escolas públicas e privadas de João Pessoa que estejam cursando do 6º ano ao 9º ano do Ensino Fundamental, além de estudantes do 1º ano do Ensino Médio de escolas públicas e privadas dos municípios que integram a 1ª Gerência Regional de Ensino da Paraíba.  

A intenção desta atividade é mobilizá-los para aprofundamento dos estudos, pesquisas e novos conhecimentos em Astronomia, Biologia, Física e Química, permitindo que sejam conhecidos jovens talentos nas áreas científico-tecnológicas, fundamentais para o desenvolvimento socioeconômico local, regional e nacional. Pretende-se, também, incentivá-los a participar, com sucesso, de olimpíadas nacionais e/ou internacionais dessa modalidade.  

Desafio em História – O1º Desafio em História da Paraíba (DHPB) é destinado aos discentes de escolas públicas da região metropolitana de João Pessoa que estejam cursando o 8º ou 9º anos do Ensino Fundamental ou qualquer série do Ensino Médio.  

Este desafio é elaborado pelo Instituto Federal da Paraíba (IFPB), em parceria com as Secretarias de Ciência e Tecnologia da Prefeitura de João Pessoa (Secitec) e do Governo da Paraíba. O DHPB 2023 tem por objetivo estimular os discentes, organizados em equipes de três integrantes, ao estudo de História da Paraíba e seus diálogos com a História do Brasil de forma inovadora, abordando temas fundamentais a partir de documentos, imagens, mapas, textos acadêmicos, pesquisas inéditas e debates historiográficos.  

Por meio dessa iniciativa, as equipes participantes terão contato com distintos discursos narrativos históricos relacionados aos eventos na Paraíba e seus diálogos com a História do Brasil, em uma perspectiva interdisciplinar, levando-os a uma compreensão histórica social, cultural e econômica local, regional e nacional. Pretende-se, também, incentivar as equipes a participar de olimpíadas de conhecimento nacionais e/ou internacionais, tanto na área de História como das demais Ciências Humanas.      

Olimpíada de Matemática – Além dos desafios, haverá também a Olimpíada Paraibana em Matemática (OPM), no dia 25. A competição conta com 3.750 estudantes inscritos. Desses, 650 farão as provas no Espaço Cultural.  

O professor do Departamento de Matemática da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Felipe Chaves, comentou que desde o ano passado existe essa parceria com a SNCT. “A Olimpíada tem como objetivo promover a Matemática na Paraíba e despertar a juventude local para uma carreira em ciência e tecnologia”, frisou.  

A OPM é uma competição regional dirigida aos alunos de escolas públicas e privadas da Paraíba. Ela também é fruto de uma parceria entre Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Instituto Federal da Paraíba (IFPB) e Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).  

A competição acontecerá simultaneamente em João Pessoa, Campina Grande, Patos, Cajazeiras, Monteiro, Araruna e Mamanguape. Na Capital, ela acontecerá durante a 20ª SNCT, em três níveis de participação: Nível 1- para alunos do 6° ou 7° anos do Ensino Fundamental; Nível 2 – para alunos do 8° ou 9° anos do Ensino Fundamental; e Nível 3 – para alunos de qualquer série do Ensino Médio.  

Semana Nacional – Este ano, a 20ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia tem como tema ‘Ciências Básicas para o Desenvolvimento Sustentável’. O evento acontece anualmente desde 2004 e foi estabelecido por meio do decreto presidencial em 9 de junho do mesmo ano.  

Além da Caravana, que visitou diversos municípios paraibanos, a 20ª SNCT conta com outros eixos temáticos, a exemplo da Olimpíada de Robótica, Hackatons Temáticos, Circuito de Jogos, Espaço Geek, Oficina de Reciclagem, Olimpíada Paraibana de Matemática, 1º Desafio em História da Paraíba, 1º Desafio Paraibano em Ciências, entre outros.  

A 20ª SNCT é apoiada pelo Ministério de Ciência e Tecnologia e Inovação, Governo do Estado da Paraíba e das instituições de pesquisa científicas: Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia (CNPq), Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT), Fundação de Apoio ao Instituto Federal da Paraíba (IFPB), Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Instituto Federal da Paraíba (IFPB), Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Faculdades Nova Esperança, Uninassau e Unipê, além da Daten, Proebus, Cagepa, Teletex, Funetec, Sebrae, Empreender Paraíba, Fiep e Empresa Paraibana de Comunicação  (EPC).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *