Agência Minas Gerais | Governo de Minas vistoria serviços que ampliam e descentralizam o acesso à saúde no Norte do estado

O governador Romeu Zema acompanhou, neste sábado (9/12), em Januária, no médio São Francisco, tratativas da habilitação do município para o atendimento em hemodiálise.

Na oportunidade o chefe do Executivo mineiro conheceu o anexo construído junto ao hospital municipal de Januária que foi reformado e equipado para sediar a unidade que vai oferecer o procedimento para pacientes em tratamento renal.

“Essa entrega está dentro do nosso plano, de descentralizar a saúde em Minas Gerais. Como governador do Estado, não quero ninguém viajando três, quatro, cinco horas para fazer um tratamento, cirurgia e muito menos um procedimento contínuo, como hemodiálise. Então, o investimento realizado aqui representa um avanço para a região Norte de Minas”, destacou o governador Romeu Zema. 

Com investimentos estaduais na ordem de R$ 1 milhão – e contrapartida municipal de R$ 755 mil – estão previstas 24 máquinas e poltronas de hemodiálise para atender cerca de 101 pacientes por dia.

O serviço de hemodiálise é uma demanda antiga de Januária e região e vai ampliar o acesso da população a atendimentos de média e alta complexidade, beneficiando cerca de 175 mil pessoas.

Alívio 

Atualmente, os pacientes da região precisam se deslocar até Brasília de Minas para o atendimento.

Como é o caso de Ivonaldo Reinaldo Alves, 62 anos, morador do município de Januária, que há 8 anos precisa se deslocar três vezes por semana para fazer a hemodiálise. Para ele, a viagem é bastante cansativa e toma grande parte do seu tempo.

“É muito tempo neste calorão dentro da van. A gente sofre porque a viagem é puxada e cada sessão de hemodiálise dura quatro horas. A gente  chega em casa bastante cansado” contou.

Mais acesso à saúde

O Governo de Minas vem investindo para descentralizar o acesso aos serviços de saúde, levando atendimento e tratamentos para o interior, em todas as regiões do estado.

Entre as estratégias da gestão estadual está o repasse de recursos aos municípios para a aquisição de equipamentos modernos de diagnóstico como mamógrafos, tomógrafos, além de fomentar a ampliação da prestação de serviços de saúde de média e alta complexidade onde há vazios assistenciais.

Os investimentos no fomento para habilitação de estabelecimentos em Atenção Especializada em Doença Renal Crônica (DRC) nas microrregiões de saúde já superam os R$ 30 milhões.

Hemodiálise em Januária e em Minas

O Hospital Municipal de Januária é contemplado pelo Valora Minas e já recebeu R$ 6,8 milhões. 

A partir do início da hemodiálise, esse recurso poderá ser usado para custear o serviço. 

No estado, em 2021, o Governo de Minas repassou R$ 29 milhões para 59 municípios que já prestavam serviços de hemodiálise. O recurso foi utilizado para aquisição de novos equipamentos e ampliação do atendimento.  

Em 2022, foi publicada resolução que prevê incentivo para aquisição de equipamentos de hemodiálise e reforma de estabelecimentos em regiões que não possuem o serviço. O recurso para a reforma do Hospital Municipal de Januária é por meio dessa resolução. 

Impacto

Prefeito de Januária, Maurício Almeida do Nascimento destaca a implantação do serviço no município como um marco histórico para a região. E lembra que a instalação do serviço será possível graças ao aumento do investimento em saúde feito pelo Governo de Minas. 

“Pensávamos que essa transformação na área da saúde estava longe de acontecer, mas, com o apoio do Governo de Minas, a realização desse sonho está sendo possível: ter nossa população atendida e evitar o que ocorre hoje, a população ter que percorrer 400 quilômetros para fazer esse tipo de tratamento” pontuou.

Além de Januária, outros três municípios já foram contemplados com recursos dessa resolução. João Pinheiro recebeu R$ 1 milhão, São João Nepomuceno R$ 863,8 mil e São Gotardo R$ 1 milhão. 

A resolução prevê investimento de até R$ 4 milhões por município. Estão previstos repasses para outros 11 municípios. São eles: Vespasiano, Lagoa da Prata, Almenara, Taiobeiras, Serro, Além Paraíba, Nanuque, Águas Formosas, Cássia, Piumhi e Guanhães.   

Inauguração

Ainda na região, o governador Romeu Zema vistoriou, em Itacarambi, o novo bloco cirúrgico do Hospital Gerson Dias, inaugurado durante solenidade realizada na sexta-feira (8/12).

Durante o acompanhamento, o governador Romeu Zema lembrou todos os investimentos em saúde que o Estado realizou até o momento, e destacou também o pprojeto da atual gestão de descentralizar os atendimentos à saúde, facilitando a vida da população de Minas Gerais. 

“Estamos trabalhando para descentralizar o acesso à saúde. Até há pouco tempo, muitos procedimentos de alta complexidade só eram oferecidos em Belo Horizonte. Hoje, há tratamento, inclusive para queimados, regionalmente. É um absurdo alguém sair de sua cidade e ser transferido para a capital. Estamos melhorando a saúde no interior do estado para que todos tenham acesso a tratamentos de qualidade, em todas as regiões mineiras”, disse o governador. 

Prefeita de Itacarambi, Nívea Maria agradeceu ao governador Romeu Zema por quitar dívidas deixadas por governos anteriores. 

“Só tenho a agradecer ao governador. Eu acreditei nele desde o início e ele está pagando os recursos que haviam sido retidos. Hoje, estamos conseguindo aplicar esses valores para melhorar a vida da população do município. Há mais de dez anos não fazíamos cirurgias aqui em nosso munícipio. Neste novo bloco, vamos realizar cirurgias de catarata, por exemplo, e os moradores de Itacarambi não vão mais precisar viajar para fazer cirurgia”, comemorou.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *