Agência Minas Gerais | Governo de Minas define reajuste do transporte metropolitano com percentual quatro vezes abaixo do reivindicado por empresas 

As tarifas do sistema de transporte coletivo da Região Metropolitana de Belo Horizonte, que atende aos 34 municípios da RMBH, serão reajustadas a partir de zero hora da próxima sexta-feira (29/12/2023), conforme previsão contratual, que determina a revisão anual dos valores.  

A Secretaria de Estado de Infraestrutura, Mobilidade e Parcerias (Seinfra) recebeu das empresas que operam o sistema o pedido de reajuste de 29,13%. No entanto, o aumento autorizado foi de 7,15%.  

Para efeito de comparação, caso o percentual solicitado pelas empresas fosse autorizado, a tarifa preponderante do sistema, que atualmente é de R$ 7,20, passaria a ser de R$ 9,30. Com a correção autorizada pela Seinfra, o valor preponderante será de R$ 7,70.   

O reajuste anual é necessário para garantir a operacionalização do sistema e leva em consideração a inflação para o período, a atualização dos insumos de maior peso por meio de índices correlatos e a correção dos demais itens da planilha contratual de custos pelo índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA.  

Frota  

O sistema metropolitano de transporte coletivo por ônibus conta com 635 linhas em operação na RMBH e uma frota cadastrada de 2.419 veículos que realizam uma média mensal de 279.129 viagens.  

Para acessar a tabela com os valores reajustados de todas as tarifas do transporte metropolitano clique aqui.  

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *