Turistando com a Comunidade promove visita ao Museu do Flamengo com adolescentes da comunidade Antares – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

Os jovens da comunidade Antares puderam ver de perto os diversos troféus conquistados pelo Flamengo – Divulgação

Uma visita promovida pela Prefeitura do Rio ao Museu do Flamengo, na sede social do clube, no bairro da Gávea, na Zona Sul, na tarde de sexta-feira (19/1), proporcionou uma viagem pela história do clube para 30 jovens entre 15 e 18 anos da comunidade Antares, em Santa Cruz, na Zona Oeste. O programa foi organizado pela equipe do Projeto Turistando com a Comunidade, desenvolvido pela Secretaria de Ação Comunitária.

– O Turistando é uma oportunidade para moradores de favelas e comunidades explorarem atrativos culturais, históricos, turísticos e de lazer em nossa cidade. São novas experiências que garantem inclusão social, oportunidades e qualidade de vida – ressaltou o secretário de Ação Comunitária, Chiquinho Brazão.

O passeio teve início no setor de remo, primeira modalidade a ser abraçada pelo Clube de Regatas do Flamengo, que foi também a primeira entidade clubística social do país a adotar um nome em português, já que todos, à época, traziam palavras da língua inglesa, como “club” e “football”. O Rubro-Negro, cuja primeira camisa trazia as cores amarela do ouro brasileiro e azul da Baía de Guanabara, foi fundado em 1895 por um grupo de 100 jovens remadores para participar de competições.

No prédio do museu, o tour começou já na escadaria, que traz o hino do clube. Lá em cima, antes de entrar no museu, a garotada fez fotos em frente à estátua do maior ídolo da Nação Rubro-Negra: Zico.

Os jovens fizeram questão de tirar foto na estátua do Zico, na entrada do clube – Divulgação

 

Dentro do museu, o grupo percorreu 14 áreas temáticas que reverenciam destaques do presente e do passado e suas conquistas em diversas modalidades como futebol, basquete, natação, vôlei e outros esportes, vivenciando inesquecíveis momentos da história do Flamengo. Na Sala dos Troféus, os jovens apreciaram as 161 conquistas do clube, como as do Brasileirão, Copa do Brasil, Supercopa do Brasil e Recopa Sul-Americana, além de títulos marcantes de outros esportes, como os dois campeonatos mundiais de basquete.

Mais à frente, contemplaram o primeiro troféu da história do clube, a “Jarra Tropon”, conquistado pela equipe de remo em 1900. Em seguida, a turma passou por áreas destinadas a 16 modalidades do Flamengo, como basquete, judô, vôlei e natação, até chegarem ao espaço onde estão expostas camisas históricas do clube, o famoso “Manto”, de diferentes épocas e jogadores.

Como não poderia deixar de ser, os espaços que mais chamaram a atenção dos visitantes foram as salas especiais onde se encontram as taças das maiores conquistas do futebol: o Mundial de Clubes de 1981, vencido no Japão, e as três Copas Libertadores da América (1981, no Uruguai; 2019, no Peru; e 2022, no Equador).

– O Flamengo é raça, amor e paixão. É emocionante estar aqui pela primeira vez. Uma experiência inesquecível – destacou Lucas de Oliveira, de 17 anos.

Para finalizar a visita, o grupo foi convidado a entrar em uma sala de cinema para assistir a um vídeo em homenagem à torcida, com lances memoráveis dos craques históricos do Rubro-Negro.

– Saio daqui admirando ainda mais o Flamengo. Vou guardar pra sempre tudo que vi – comentou Jairo Rodrigo, de 15 anos, com brilho no olhar.

Já são cerca de 4,5 mil pessoas atendidas pelo Projeto Turistando com a Comunidade, em mais de 100 comunidades com baixos índices de desenvolvimento social. Os próximos roteiros estão previstos para locais como o Parque da Mônica, Museu Carmen Miranda e Museu Aeroespacial.

Marcações: adolescentes Comunidade Antares Museu do Flamengo Prefeitura do Rio Turistando com a Comunidade visita

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *