São José sedia encontro para fortalecimento do agro na região

Lucas Brito


Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade

Visando o fortalecimento do agronegócio no Vale do Paraíba, o governo do estado de São Paulo promoveu nesta quinta-feira (8) um encontro com municípios, lideranças e produtores rurais. 

O evento, em São José dos Campos, contou com a presença do governador em exercício Felicio Ramuth e do secretário estadual de Agricultura e Abastecimento, Guilherme Piai.

A visita começou pelo Ponto Rural, iniciativa pioneira da Prefeitura de São José dos Campos que integra serviços de orientação e apoio aos pequenos produtores rurais do município. Todos os serviços são gratuitos, incluindo a vacinação dos rebanhos como febre aftosa, brucelose e raiva e confecção do CAR (Cadastro Ambiental Rural).

Depois, as autoridades se reuniram no Cefe (Centro de Formação do Educador), onde foi feita a entrega simbólica do programa Rotas Rurais, que garante CEP personalizado às propriedades rurais. O programa estadual, inédito no país e premiado internacionalmente, já mapeou um total de 57 mil quilômetros de vias rurais cadastradas e mais de 302 mil propriedades geolocalizadas.

 “O endereço rural digital significa dignidade e segurança. Durante a pandemia, muitas mulheres sofreram violência no campo, e a polícia não conseguia chegar à porta da propriedade e quando alguém ficava doente, a ambulância não encontrava a propriedade com facilidade. As pessoas não tinham a facilidade de receber encomendas, de usar serviços como o Waze e o Google Maps”, afirmou o secretário Guilherme Piai.

O governo de SP também reforçou o apoio à cadeia do leite na região do Vale do Paraíba com a criação de uma nova Câmara Setorial do leite, dentro da Coordenadoria de Câmaras Setoriais e Temáticas da secretaria de Agricultura e Abastecimento. A medida incentiva a certificação da produção e a capacitação do produtor, agregando valor ao produto paulista.

Para o secretário de Agricultura, o leite de São Paulo precisa ser priorizado. “É necessário incentivar a produção, certificar o leite paulista e agregar valor ao produto. Vamos capacitar os nossos produtores”, destacou.


Guilherme Piai, secretário estadual de Agricultura e Abastecimento | Foto: Claudio Vieira/PMSJC

O novo manual do Município Agro, programa que premia e incentiva cidades com destaque no desenvolvimento social rural, foi outro tema apresentado. No ciclo 2023/2024, os municípios participantes serão categorizados em três grupos com base em seus PIBs. Outras mudanças principais são a inserção da ação para Projetos de Arborização Urbana ou Recuperação Ambiental, a inserção da Diretiva Ações de Extensão Rural (ATER) e a solicitação do plus code na identificação das propriedades rurais.

Networking 

Empresas certificadas com o selo SIM (Serviço de Inspeção Municipal) também estiveram presentes no evento. Ao todo, 6 empreendedores levaram seus produtos para apresentar aos convidados. 

O objetivo do selo SIM é tornar os produtos locais de origem animal mais atrativos para os consumidores. O propósito da certificação é fortalecer os empreendedores e impulsionar a economia joseense, especialmente a cadeia produtiva da agropecuária.

Amparado por legislação atualizada com as novas diretrizes determinadas pelo Governo Federal, o certificado municipal ficou mais completo e passou a ser um diferencial para os produtores.

A Prefeitura também vem se adequando para aderir ao SISBI-POA (Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal). Com isto, os produtores registrados no SIM poderão solicitar adesão ao novo sistema, que permitirá a venda dos seus produtos em todo o Brasil.

O SISBI-POA integra o Suasa (Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária), que padroniza e harmoniza os procedimentos de inspeção de produtos de origem animal, visando garantir a inocuidade e segurança alimentar.


As empresas Frigo São José do Vale e Rei do Blend durante participação no evento | Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Serviços 

O encontro também foi uma oportunidade para institutos e coordenadorias do governo exporem serviços e tirarem dúvidas.

Estiveram presentes o Feap (Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista) esclarecendo sobre linhas de crédito; a Codeagro com o Programa Abastece SP; a Cati (Coordenadoria de Assistência Técnica Integral) com atendimento na Casa da Agricultura; a CDA (Defesa Agropecuária) com ações para tirar dúvidas sobre regularização de produtores artesanais e certificação de propriedades rurais livre de Brucelose e Tuberculose e do Itesp (Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo), com atendimento sobre regularização fundiária.

Também estiveram presentes os Institutos de Pesquisa da APTA (Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios) que apresentaram as principais inovações para o agro da região no âmbito da pesquisa.


MAIS NOTÍCIAS

Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *