Parceria entre Governo, Itaipu e consórcio de municípios recupera estradas e conserva solo no sul de MS

A parceria entre o Governo do Estado, por meio da Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação) através do Prosolo (Plano Estadual de Manejo e Conservação de Solo e Água), o Conisul ( Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento da Região Sul) e a Itaipu Binacional garantiu a recuperação de 218 quilômetros de estradas e promoveu ações de recuperação do solo em 14 municípios da região sul.

Esta união foi reforçada na sexta-feira (16) durante ato de distribuição de máquinas e equipamentos em Iguatemi, que contou com a presença do vice-governador José Carlos Barbosa (Barbosinha).

Barbosinha representou o Governo no evento que destinou máquinas e equipamentos para 35 municípios do MS, somando mais de R$ 22 milhões. O pacote de investimentos faz parte do programa “Itaipu Mais que Energia”, lançado em agosto do ano passado pela hidrelétrica binacional.

Ao traduzir o ‘sentimento de gratidão’ do Estado, o vice falou em nome do governador Eduardo Riedel da disposição de MS em continuar participando dos projetos integrados desenvolvidos pela Itaipu Binacional como contrapartida à disposição dos municípios do Estado que geram a energia “para ajudar a nossa Itaipu a ser essa gigante da economia mundial”.

O Governo de Mato Grosso do Sul apoia as ações compartilhadas desenvolvidas pelos prefeitos do Conisul (o Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento da Região Sul), representados no ato pelo presidente Francisco Piroli, prefeito de Sete Quedas e colegas dele dos municípios membros, além do presidente da Assomasul (a Associação dos Municípios do Estado), Valdir Junior. Quase R$ 80 milhões em investimentos serão aplicados no programa.

“O governador Eduardo Riedel me incumbiu de traduzir esse sentimento de gratidão da população dos 35 municípios de Mato Grosso do Sul beneficiados com o Programa. Esses quase R$ 80 milhões representam matas ciliares preservadas, novas nascentes, curvas de nível, mais preservação e saneamento sustentável”, reconheceu o vice-governador, ao agradecer o diretor-geral da Itaipu Binacional, Enio Verri, pela contrapartida.

Recuperação do solo

De acordo com o coordenador do Prosolo, Fernando Nascimento, da Semadesc, que esteve presente a solenidade, no encontro foi destacada a representatividade do programa. Na oportunidade esteve presente o diretor-geral da Itaipu binacional, uma das empresas que repassam recursos para o Conisul para desenvolver alguns trabalhos dentre eles o de conservação e manejo de estradas ruraais e conservaão de área e solo em propriedades rurais. O convênio permitiu que fossem realizados mais de 22 mil terraços com um total de 5 mil quilômetros e que correspondem a mais de 20 mil hectares de áreas terraceadas.

Também foram apresentadas algumas máquinas e equipamentos adquiridos do emendas parlamentares da bancada federal. “Estas máquinas são importantes para aproveitamento de material de poda de árvore das cidades. Na oportunidade foi entregue uma perfuratriz de poço para aldeias indígenas na regiao que precisam de acesso a agua potável e na oportunidade demonstrado por videos os trabalhos que foram feitos pelo Conisul pelo Prosolo”, salientou Nascimento.

Ele destaca que os trabalhos envolvem inúmeros parceiros; “Essas ações melhoraram muito o controle da erosão na região, evitando que o solo chegue ao rio Paraná e ao lago da gidrelétrica”, acrescentou.

A ação da Semadesc por meio do Prosolo e Conisul foi exaltada no evento. “Esta parceria tem sido muito profícua e temos conseguido realmente bons resultados. Nós cedemos algumas máquinas e implementos e fizemos repasse de recursos para combustivel e outras despesas importantes para operacionalização dos trabalhos na região sul”, concluiu.

Rosana Siqueira, Comunicação Semadesc
*com informações da vice-governadoria
Fotos: equipe Semadesc

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *