Cícero Lucena dedica agenda especial para fiscalização de obras e ações com cerca de R$ 700 milhões em investimentos

A Prefeitura de João Pessoa está investindo cerca de R$ 700 milhões em obras de infraestrutura na Capital. Intervenções como o maior programa de pavimentação e asfaltamento da história da cidade, reconstrução de escolas para um padrão tecnológico, reforma de equipamentos de saúde, revitalização de prédios históricos, criação de parques lineares, ações de mobilidade urbana ou que enfrentam problemas históricos de alagamento estão contribuindo para a cidade superar o desafio do crescimento sem perder o seu grande diferencial, que é a qualidade de vida e bem-estar de seus moradores. Nesta sexta-feira (23), o prefeito Cícero Lucena, junto a uma comitiva de secretários, parlamentares e profissionais da imprensa, dedicou uma agenda especial para fiscalizar e acompanhar algumas dessas obras que estão impactando na vida dos pessoenses e oferecendo uma perspectiva melhor.  

“O que é importante é que estamos cuidando das pessoas, para que elas possam ver a ação, o trabalho e a dedicação dos que fazem a gestão municipal. Nós estamos com obras de mobilidade urbana, mas também com mobilidade humana, avançando nas unidades de saúde e criando áreas de lazer, como empraçamentos, parques lineares, para melhorar a qualidade da vida na cidade de João Pessoa. É motivo de muita alegria, mas, ao mesmo tempo, cada dia que a gente faz mais, aumenta o nosso desejo de buscar se inovar, avançando e trazendo o que é bom para a nossa cidade, para aqueles que moram aqui, porque assim será ótimo também para quem nos visita”, afirmou o prefeito, que percorreu ruas pavimentadas, fiscalizou obras em parques, escolas e demais equipamentos da cidade.  

De acordo com a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), já são R$ 694 milhões em investimentos e 1.427 ordens de serviço assinadas. Esse aporte se reflete em 400 ruas pavimentadas já entregues das mais de mil previstas até o final do ano; quase 100 quilômetros de vias asfaltadas; reconstrução de 34 escolas, outras 13 receberam autorização para construção do zero. Na área da Saúde, 50 equipamentos foram reformados e 10 USFs também em fase de construção. As obras avançam no Centro Histórico, onde o Conveninho está sendo transformado em espaço para atividades educacionais, de artes e cultura. Já o primeiro Hospital Veterinário da Capital deverá ser inaugurado em junho, enquanto o programa de Parques lineares está criando espaços de lazer na Avenida Hilton Souto Maior, no Valentina Figueiredo, Três Ruas (Bancários), Aeroclube e Roger.  

“Completamos agora mais de 1.400 ordens de serviço já entregues as construtoras só através da Seinfra. Isso representa quase R$ 700 milhões de investimento que a Prefeitura está fazendo. São obras de todo tipo de infraestrutura, de praças, reforma de mercado, escolas, em todas as áreas a prefeitura está atuando. Especificamente no dia de hoje, visitamos 14 obras, como pavimentação, drenagem, obras de construção do hospital veterinário, visitamos também a recuperação do Conventinho, que está sendo feito na reconstrução daquela área, porém, conservando os aspectos históricos. Então, é obra pela cidade inteira, em todos os 65 bairros”, afirmou o secretário executivo da Infraestrutura, Luciano Pereira.  

O prefeito Cícero Lucena tem reiterado que a qualidade das obras públicas não deve ser inferior a qualquer padrão de construção. Durante a agenda especial, a comitiva atestou um pouco do que está sendo colocado em prática em várias áreas.  

Escola de excelência – Nos Bancários, o prefeito Cícero Lucena apresentou o modelo de unidade de ensino que está sendo colocado em prática em toda a rede. A Escola Aruanda tem o mesmo modelo das outras 33 unidades reconstruídas, com salas Google, estações Make, biblioteca, equipamentos de tecnologia, como tablets e cromobooks, além de identificação facial, que permite o acompanhamento do aluno, seja em sala de aula ou no acesso as aulas. A gestão municipal ainda autorizou, este mês, a construção, do zero, de 13 novas unidades, em parceria com o Fundo Nacional de Desenvolvimento do Ensino (FNDE).  

Primeiro residencial Quilombolas do Brasil – Sendo construído com recursos próprios da Prefeitura, o conjunto habitacional vai beneficiar 80 famílias de Paratibe. O projeto recebeu prêmio nacional pela sua relevância social e urbana e, de acordo com o prefeito Cícero Lucena, deverá ser inaugurado em junho deste ano.  

Proteção da orla de Cabo Branco – Após as intervenções de proteção, a Prefeitura de João Pessoa está na fase final do projeto de convivência, onde a população vai poder contemplar um dos mais belos cartões postais da cidade num espaço aprazível, com mesas, tendas, bancos, mirante e áreas verdes. A obra deverá ser entregue no final de março.  

Complexo Hospitalar e avanços na Saúde – O secretário Municipal de Saúde, Luís Ferreira, informou que o Complexo Hospitalar de Mangabeira recebeu investimento de quase R$ 20 milhões, incluindo obras na infraestrutura e aquisição de equipamentos.   Durante visita na unidade, conferindo a qualidade da oferta de serviços e instalações, o prefeito atestou o bom funcionamento da nova UTI, Centro de Imagem, novos leitos de enfermaria, Pronto de Atendimento da Saúde Mental (Pasm), além de nova cozinha e refeitório.  

“Investimento na reestruturação do novo CDI, do novo centro de ima-gens, ultrassom, ecocardiógrafo, radiografia digital, toda a parte física, a-lém da reforma da urgência e emergência com mais 10 leitos de UTI, com uma nova área vermelha, com uma nova área amarela. Nós tivemos ainda toda a climatização do hospital, a reforma, quase uma reconstrução do Pasm, na emergência psiquiátrica – único do estado com esse perfil. Hoje nós temos, talvez, o maior refeitório do estado e a maior cozinha hospitalar da Paraíba. É isso engloba quase R$ 20 milhões, não só de recurso, mas principalmente de respeito ao cidadão”, explicou o secretário Luís Ferreira.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *