Museu Histórico da Cidade recebe exposição inédita de Maxwell Alexandre, em comemoração aos 90 anos do espaço – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

O artista visual Maxwell Alexandre vai ocupar todo o casarão do Museu Histórico da Cidade, na Gávea – Divulgação

Nascido e criado na Rocinha, o artista visual Maxwell Alexandre vai ocupar todo o casarão do Museu Histórico da Cidade, na Gávea, a partir de sábado (30/3). Ele vai inaugurar o Pavilhão Maxwell Alexandre 3 com a exposição “Clube”, reunindo mais de dez obras inéditas. Pavilhão é o nome da instituição itinerante fundada por ele em 2023. Com passagens por São Cristóvão e Rocinha, chegou a vez do Museu que é mantido pela Secretaria Municipal de Cultura do Rio, que comemora 90 anos em julho.

O jovem Maxwell Alexandre traz para o seu trabalho suas experiências pessoais e da cultura periférica em que cresceu.

– A série Clube nasceu em 2020, no momento em que me tornei sócio do Clube de Regatas do Flamengo, na Gávea, bairro vizinho à favela da Rocinha, onde nasci e cresci. Com essa entrada, pude ter um acesso franco às famosas e desejadas piscinas de ladrilho, como minha mãe costumava chamar as piscinas construídas com azulejo, que se tornaram um dos maiores sonhos que tive quando criança – lembrou o artista.

Em suas obras, a partir da apropriação de códigos visuais de forte circulação na periferia, discute e ressignifica o papel da cultura negra na sociedade. Um dos principais nomes da arte contemporânea da atualidade, o carioca expandiu seu trabalho no exterior, com duas exposições inéditas em Paris (FRA) e Madri (ESP) no ano passado. Em fevereiro, ele ocupou o pilotis do Museu de Arte do Rio (MAR) com mais uma edição do seu projeto “Descoloração Global”, oferecendo ao público a chance de platinar os cabelos de graça.

Esta é uma das diversas ações que marcam as nove décadas do Museu da Cidade, que acabou de ganhar um site, totalmente reformulado, criado pela Associação de Amigos do Museu com recursos da Lei Rouanet, via Instituto Cultural Vale.

– Estou muito satisfeito com o resultado dos novos trabalhos, que tem me trazido uma verdadeira sensação de liberdade. Nunca me senti tão livre. Um novo momento. A instituição recebeu o Pavilhão 3 de prontidão e braços abertos, uma parceria louvável que fortalece o circuito de arte carioca. O Museu Histórico da Cidade é o contexto perfeito para o lançamento da série Clube, pela sua localização na Gávea e sua proximidade com a minha favela – destacou Maxwell.

O Museu, localizado na Estrada Santa Marinha (Gávea), dentro do Parque da Cidade, fica aberto de terça-feira a domingo, das 9h às 16h. A exposição, que vai até o dia 23 de junho, tem, assim como os outros ambientes do equipamento municipal, entrada livre e gratuita para todos os públicos.

Categoria:

  • 26 de março de 2024
  • Marcações: Cultura Exposição Museu Histórico da Cidade

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *