Agência Minas Gerais | Minas Gerais presidirá o Conselho Nacional dos Chefes das Casas Militares

O Primeiro Seminário Nacional de Segurança e Inteligência Governamental, realizado pelo Gabinete Militar do Governador de Minas Gerais na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, resultou na criação do Conselho Nacional das Casas Militares, que estabelece estratégias e soluções inovadoras para garantir a segurança e a governabilidade de autoridades públicas em todo país. O coronel Carlos Frederico Otoni Garcia, chefe do Gabinete Militar do Governador de Minas Gerais, foi eleito presidente do Conselho por unanimidade.

O evento, realizado nestas terça e quarta-feira (26 e 27/3), recebeu mais de 500 pessoas, entre eles representantes de 24 estados brasileiros.

O Conselho Nacional das Casas Militares, criado no seminário, visa aproximar as instituições e fortalecer a representatividade e sua atuação. A proposta inicial de estatuto foi apresentada e está em análise para publicação após aprovação pelos estados.

O presidente do conselho, coronel Frederico, destacou como próximo passo a delimitação de um plano estratégico de atuação. 

Os representantes estaduais integrantes expressaram apoio à iniciativa, destacando a importância do conselho para certificar e elevar o nível técnico das atividades das Casas Militares em todo o país.

O major André dos Santos Evangelista, chefe de Gabinete da Casa Civil do Amazonas, enfatizou a relevância do conselho na padronização e integração das instituições. “Essa iniciativa vai promover o fortalecimento de nossas entidades e a melhoria dos serviços”, afirma. 

Em apoio ao colega, o coronel Luciano Chaves Boeira, do Rio Grande do Sul, também manifestou satisfação com a criação do conselho e parabenizou Minas Gerais pela iniciativa em criar o Seminário Nacional de Segurança e Inteligência Governamental. 

“O evento foi extremamente engrandecedor, com palestras diversas e muito bem ministradas. Acredito que o conselho será essencial para garantirmos a união entre as Casas Civis”, reitera.

Para o coronel PM Elvis Murilo Lau de Azevedo do Amapá, “o conselho será de suma importância para a integração de informações e busca de melhores soluções”. Já o tenente-coronel Cleverson Biagini Moraes, representante do chefe da Casa Militar do Estado do Paraná, agradeceu pelo convite e também ressaltou a importância da iniciativa “como uma forma de garantir a união dos órgãos em território nacional”.

Sobre a importância do Primeiro Seminário Nacional de Segurança e Inteligência Governamental, o presidente do Conselho, coronel Frederico, chefe do Gabinete Militar do Governador em Minas Gerais, finalizou destacando a importância da integração entre as forças de segurança do país para a garantia da estabilidade do sistema. 

“Este evento marca não apenas o início de uma nova etapa para as Casas Militares, mas também um marco na cooperação interinstitucional para garantir a estabilidade e o funcionamento adequado das estruturas políticas em nível estadual e nacional”, finalizou o presidente do Conselho, coronel Frederico. 

Conheça a direção do Conselho Nacional das Casas Militares:

Presidente: cel Carlos Frederico Otoni Garcia, chefe do Gabinete Militar de Minas Gerais;

1º Vice-Presidente: cel Luciano Chaves Boeira, chefe da casa militar do Rio Grande do Sul;

2º Vice-Presidente: cel Anailton Maurício Costa, chefe da casa militar da Bahia;

1º Secretário:  cel Luiz Carlos de Alencar, chefe da casa militar de Goiás;

2º Secretário: cel Osmar Vieira da Costa Junior, Casa Militar do Pará. 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *