Jogos da Melhor Idade 2024: veja as modalidades e por onde o torneio vai passar

Começa nesta terça-feira (16) a 26ª edição dos Jogos da Melhor Idade (Jomi) 2024, destinados a atletas com idade a partir de 60 anos. A etapa inaugural do torneio vai acontecer no município de Casa Branca entre os dias 16 e 21. Passada essa etapa, o Jomi viaja para mais sete cidades até a final estadual, que acontece em Itatiba, em junho (veja calendário abaixo).

São 14 modalidades em disputa (atletismo, buraco, bocha, coreografia, damas, dança de salão, dominó, malha, natação, tênis, tênis de mesa, truco, vôlei adaptado e xadrez) e os campeões nos naipes masculino e feminino de cada modalidade se classificam para a final estadual, onde será consagrado o município campeão.

O Jomi é destinado a atletas com idade a partir de 60 anos e, em algumas provas de natação e atletismo, é permitida a participação de pessoas com 90 anos ou mais.

A expectativa é de que, somadas as oito etapas regionais, mais de 15 mil atletas estejam envolvidos na competição. Para a final estadual, prevê-se algo em torno de 3 mil pessoas.

Em 2023, o município de Sorocaba ficou com o troféu de campeão, seguido por São Bernardo do Campo e São José do Rio Preto.

Conheça as modalidades do torneio: 

BURACO – Tradicional no Brasil, o buraco é jogado com dois baralhos de 52 cartas cada, num total de 104 cartas na mesa. Ele pode ser disputado por dois jogadores ou duas duplas e o objetivo é fazer o maior número de pontos, com a pontuação sendo calculada a partir das combinações de cartas que os jogadores baixam para a mesa.

BOCHA – Semelhante ao boliche, mas com regras completamente diferentes. Cada jogador recebe quatro bolas e os pontos são marcados quando a bola se posiciona o mais próximo possível do bolim, a bola menor que é lançada inicialmente como alvo. Uma partida de bocha pode ser disputada entre duas pessoas ou entre equipes e ganha quem que tiver a bocha mais próxima do bolim ao final dos lançamentos.

VÔLEI ADAPTADO – Assim como no vôlei convencional, o vôlei adaptado é jogado em uma quadra, com uma rede dividindo a quadra ao meio. A diferença é que o atleta pode segurar a bola antes de passar a um companheiro ou de arremessá-la ao campo adversário. É também proibido saltar com a bola sob domínio.

DAMAS – Com mais de 5 mil anos de existência, a damas é um jogo de tabuleiro com um objetivo simples: eliminar as peças do seu adversário. Para isso, é necessário pular sobre as peças para capturá-las.

COREOGRAFIA – Equipes com no máximo 12 integrantes se apresentam no tempo entre 3 e 5 minutos. Não é uma exibição musical. Os grupos iniciam a apresentação com um ‘release’, que é uma introdução da temática da coreografia. São julgados cinco aspectos técnicos para determinar o vencedor: composição coreográfica, utilização espacial, ritmo e sincronismo, visual e originalidade e técnica e execução.

MALHA – Na malha, cada equipe (com dois ou quatro membros) lançam as malhas, ou discos, na intenção de derrubar o pino da outra cabeceira ou deixar a malha o mais próximo possível do alvo.

XADREZ– O tabuleiro é dividido em 64 casas, nas cores branca e preta. De um lado ficam as 16 peças brancas e de outro, a mesma quantidade de peças, na cor preta. Cada jogador tem direito a um lance por vez. Vence quem ‘comer’ as peças do oponente, configurando assim o xeque-mate.

NATAÇÃO – São sete categorias em disputa e as distâncias são determinadas de acordo com a faixa etária. As provas em disputa são nado livre e nado costas, e os atletas podem optar por competir em ambas.

TÊNIS – Jogos disputados em melhor de dois sets. Em caso de empate em 1 a 1, um set desempate é disputado. Os atletas se dividem em duas categorias: A, de 60 a 69 anos, e B, acima dos 70.

TÊNIS DE MESA – Jogos disputados em melhor de cinco sets de até 11 pontos. Os atletas se dividem em duas categorias: A, de 60 a 69 anos, e B, acima dos 70.

DANÇA DE SALÃO – Dança entre casais. São três categorias em disputa: A (dos 60 aos 69 anos), B (dos 70 aos 79 anos) e C (acima dos 80). Na categoria A, os estilos são samba e tango; no B, valsa e samba, e no C, valsa e bolero. O corpo de jurados avaliará critérios como diversidade de passos, expressão, elegância, ritmo e sincronismo.

DOMINÓ – Cada jogador tem sete peças numeradas em mãos. A missão é dar continuidade a peças que são jogadas na mesa e ser o primeiro a se livrar de todas as suas peças.

ATLETISMO – São sete categorias, que vão dos 60 anos até 90+, e duas modalidades de provas: a de pista, que é corrida, e a da campo, que é o arremesso de peso. Cada categoria tem uma metragem para definição do vencedor distinta.

TRUCO – Geralmente é jogado por quatro pessoas, uma dupla contra a outra. Cada integrante recebe três cartas, cada rodada tem três turnos e quem tiver mais vitórias ganha um ponto. Os participantes podem ganhar três, seis, nove ou 12 pontos se algum jogador pedir truco e for aceito.

Veja por onde o Jomi 2024 vai passar:

  • Casa Branca – 16 a 21/4
  • Bebedouro – 29/4 a 5/5
  • Ourinhos – 29/4 a 5/5
  • Campo Limpo Paulista – 29/4 a 5/5
  • Araçatuba – 29/4 a 5/5
  • São Bernardo do Campo – 13/5 a 19/5
  • Pindamonhangaba – 25/5 a 31/5
  • Itatiba – Final Estadual – 17/6 a 23/6

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *