Agência Minas Gerais | Fórum de Desenvolvimento Territorial da Fruticultura será lançado em Pirapora

A fruticultura tem crescido na região de Pirapora, no Norte de Minas, e nesta sexta-feira (3/5) será realizado um seminário sobre o tema, abrangendo produtores de Pirapora, Buritizeiro, Várzea da Palma e Lassance. O seminário vai acontecer das 8 às 12h30, na sede da Fazenda Paco Paco, em Pirapora. Durante o evento será lançado o Fórum de Desenvolvimento Territorial da Fruticultura.

O extensionista da Emater-MG, Tales Vieira, comenta que Pirapora é um município com tradição na fruticultura, devido ao Projeto de Irrigação Pirapora. “Temos uma grande e variada produção de frutas. As culturas de destaque são a banana, a uva e os citros, mas há outras frutas também”, comenta o técnico.

Segundo ele, o seminário é importante para trazer novos conhecimentos aos produtores e será a oportunidade para o lançamento do Fórum de Desenvolvimento Territorial da Fruticultura. “O Fórum é uma nova metodologia do Banco do Nordeste para desenvolver um trabalho conjunto de dois anos. No caso da Emater-MG, o foco da ação será a fertilidade do solo. Como a região tem solo arenoso, vamos incentivar as plantas de cobertura, a melhora da concentração de carbono, o manejo da matéria orgânica, entre outras práticas de melhoria do solo”, comenta Tales.

Programação

O credenciamento para o Seminário de Fruticultura de Pirapora vai ser iniciado às 8 horas. Às 9h40, está programada uma apresentação da metodologia Prodeter/PAT, com Jésus Ramos, no Banco do Nordeste (BNB), seguida do lançamento do Fórum de Desenvolvimento Territorial da Fruticultura. Já às 10 horas, haverá a palestra “Certificação e rastreabilidade: Exigências e Mercado”, com o coordenador estadual de Fruticultura da Emater-MG, Deny Sanábio.

Sanábio lembra que o Norte de Minas é um importante polo produtor de frutas de Minas Gerais. “Trata-se de uma região de relevância na produção de frutas. Temos dois grandes projetos de irrigação. Um deles é o Jaíba, com uma área empresarial e outra de agricultura familiar, com atuação da Emater-MG. O outro projeto é o Gorutuba, em Nova Porteirinha, com uma grande área de produção, além da região de Pirapora”, afirma.

Novas tecnologias

Os polos de produção do Norte de Minas são dependentes dos sistemas de irrigação e produzem frutas que se adaptam bem a altas temperaturas e de grande aceitação no mercado consumidor. “A fruticultura é uma atividade que exige muita tecnologia. O seminário será um momento para os produtores atualizarem seus conhecimentos e ter acesso a novas informações”, explica o coordenador estadual de Fruticultura da Emater-MG, Deny Sanábio.

Após a palestra do coordenador estadual de Fruticultura da Emater-MG, às 10h40, vai ocorrer a apresentação de um caso de sucesso com a história de um empresário e fruticultor da região. A última palestra do dia, às 11 horas, será “Vendas no Mercado Institucional do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), com coordenadora de Bem Estar Social da Emater-MG em Montes Claros, Beatriz Cristina. O programa do Governo Federal garante que 30% dos recursos para a merenda escolar sejam destinados à compra de gêneros alimentícios produzidos pela agricultura familiar.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *