Gestantes e puérperas podem tomar a vacina que protege contra Influenza

Uma dúvida frequente nos serviços de saúde é se gestantes e puérperas podem se vacinar contra Influenza. E os profissionais da Prefeitura de João Pessoa respondem: Sim. A gripe em gestantes também pode prejudicar o feto em desenvolvimento. A elevação da temperatura na gestante deve ser sempre controlada com antitérmico uma vez que a hipertermia materna determina lesões no feto. Portanto, a vacinação contra Influenza durante a gravidez protege a gestante, o feto e o recém-nascido nos primeiros meses de vida.  

Em João Pessoa, apenas 13,86% das gestantes e 8,70% das puérperas, que fazem parte do grupo prioritário para prevenção, tomaram a vacina que protege contra Influenza. Estudos demonstram que a vacinação em gestantes reduz pela metade o risco de infecção respiratória aguda e 40% do risco de hospitalização.  

“A Influenza causa mais gravidade em gestantes do que em mulheres não grávidas. As mudanças no sistema imunológico, circulatório e pulmonar durante a gravidez fazem com que as gestantes sejam mais propensas às complicações. Dentre elas, o trabalho de parto prematuro, assim como hospitalização e até óbito”, informou Fernando Virgolino, responsável pela Seção de Imunização em João Pessoa.  

Além das gestantes e puérperas (aquelas mulheres que estão no período de até 45 dias após o parto), fazem parte do grupo prioritário: Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), trabalhadores da saúde, professores do ensino básico e superior, povos indígenas, idosos com 60 anos ou mais de idade, pessoas em situação de rua, profissionais das forças de segurança e salvamento, profissionais das Forças Armadas e pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, pessoas com deficiência permanente, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso, trabalhadores portuários, população privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.  

Documentação – É necessário apresentar, além do cartão de vacina, os documentos comprobatórios de cada grupo. Os profissionais que se enquadram na ampliação dos grupos prioritários deverão apresentar documento de identificação com foto e comprovante (declaração, carteira do conselho de classe ou contracheque) de vínculo com a empresa ou instituição onde atua. Já pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais deverão apresentar laudo médico.  

Vacinação Domiciliar – Para pessoas acamadas e restritas ao leito, é necessário fazer agendamento, por meio do número (83) 98645-7727. As vacinas são disponibilizadas nos domicílios, de segunda a sexta-feira, no horário das 8h às 16h.  

Locais de vacinação em João Pessoa nesta quinta-feira (2): 

Unidades de Saúde da Família (USFs)

Vacinas de Campanha (Covid-19 e Influenza) e de rotina

Horário: 7h às 11h e das 12h às 16h (de segunda a sexta-feira)

*exceção: Alto do Céu II, Mudança de Vida, Cidade Verde e Jardim Planalto 

Policlínicas Municipais e Centro Municipal de Imunização

Vacinas de Campanha (Covid-19 e Influenza) e de rotina

Horário: 8h às 16h (de segunda a sexta-feira)  

Home Center Ferreira Costa

Ofertando apenas a vacina contra Influenza

Horário: 12h às 21h (de segunda a sexta-feira)

8h às 16h (sábado)  

Shopping Sul

Ofertando apenas a vacina contra Influenza

Horário: 12h às 21h (de segunda a sexta-feira)

10h às 16h (sábado)  

Shopping Tambiá

Ofertando apenas a vacina contra Influenza

Horário: 12h às 20h (de segunda a sexta-feira)

9h às 16h (sábado)  

Vacinação Domiciliar

Agendamento: (83) 98645-7727 – (Apenas whatsapp)

Horário: 8h às 16h (de segunda a sexta-feira)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *