Seminário traz boas práticas de PPPs em parques

João Paulo Sardinha


Fundação Cultural Cassiano Ricardo

A Prefeitura de São José dos Campos realizou, nesta terça-feira (7), o seminário “Parque da Cidade: Visão e Transformação”. Mais de 100 pessoas participaram do evento, que apresentou modelos de gestão de parques no Brasil e soluções inovadoras para os espaços públicos.

O seminário foi promovido por Fundação Cultural Cassiano Ricardo, Prefeitura de São José dos Campos e Associação Parque Burle Marx.

Dividido em dois períodos, o evento recebeu os palestrantes Gustavo Grisa (InvestSP/ Secretaria Estadual de Turismo e Viagens), Samuel Lloyd (Urbia Parques – Concessionária Ibirapuera), Lucas Mariano (Vertis), Marcelo Brito (Patrimonium & Urbs) e Bruna Pessôa Queiroz (Usina de Arte).

Todos tiveram cerca de 1 hora para apresentar modelos de sucesso em cidades do Brasil e do exterior.

O seminário acontece no momento em que São José dos Campos colocou em pauta o futuro do Parque da Cidade.

Concessão

Em fevereiro deste ano, a Prefeitura apresentou a proposta de concessão do Parque Municipal Roberto Burle Marx. A área integra o Complexo da Tecelagem Parahyba, que completará 100 anos em 2025.

O plano prevê investimento privado de R$ 281 milhões nos três primeiros anos. A concessão será de 25 anos.

O projeto determina que a entrada siga gratuita após concessão.

Pela proposta, o vencedor do edital poderá construir centro equestre com hípica para eventos e provas, restaurante, mall, novo teatro com 902 lugares, museu Olivo Gomes e Burle Marx, Casa do Lago, roda gigante, trilhas e passarelas elevadas, teleférico, lanchonete, trilha para caminhada, uso do rio Paraíba, Centro de Convenções e Eventos, Sala de Cinema e lojas, trilhas de montain bike, bóia-cross e stand-up paddle, pista de ciclismo e arborismo e muito mais.

Patrimônio histórico

A concessão do parque, que é tombado pelo Condephaat e pelo Iphan, vai preservar a diversidade de espécies vegetais e a belíssima paisagem composta por jardins, palmeiras imperiais, lagos, ilhas artificiais, bosques e alamedas. Incluindo os jardins, de autoria de Roberto Burle Marx, e a Residência Olivo Gomes, projetada por Rino Levi.


MAIS NOTÍCIAS

Fundação Cultural Cassiano Ricardo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *