Conselho Estadual dos Direitos da Mulher de Mato Grosso do Sul elege nova presidência – Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Publicado nesta segunda-feira (20), o ato de nomeação das conselheiras eleitas por unanimidade para comporem a Mesa Diretora do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher de Mato Grosso do Sul (CEDM/MS), Ana Carolina Nardes, para a função de presidente do órgão colegiado, representante da SAD (Secretaria de Estado de Administração) e Rita de Cássia Fuentes Luz Suenaga, como vice-presidente, representante da Sociedade Civil – Grupo Olhar de Baixa Visão.

A eleição para os cargos ocorreu em Reunião Plenária de Caráter Extraordinário de forma híbrida com participação online e presencial na  SAD, no dia 31 de outubro. Na ocasião, as eleitas vão exercer os mandatos no período de 31 de outubro de 2023 a 29 de abril de 2024.

O órgão colegiado de deliberação coletiva é de composição paritária entre o Governo e a sociedade civil organizada, e integrante da estrutura da é vinculado à Setescc (Secretaria de Estado de Turismo, Esporte, Cultura e Cidadania).

A presidente nomeada, destacou a importância do fortalecimento das ações em prol dos direitos das mulheres no Estado.

“É uma honra fazer parte desse conselho, com o compromisso de fortalecer e ampliar a formulação de políticas públicas de direitos das mulheres. Como presidente, pautarei o acompanhamento das agendas relacionadas a essas pautas e trabalhar em sinergia com os Conselhos Nacionais e Estaduais para a troca de ideias, ações e, consequentemente, na efetivação e consolidação de políticas que têm papel crucial na construção de uma sociedade mais justa, equitativa e inclusiva”, garantiu Nardes.

A vice-presidente do CEDM/MS, conselheira Rita de Cássia Fuentes Luz Suenaga, ressaltou a responsabilidade oriunda do cargo que assume.

“A aceitação para o exercício do cargo advém de ser uma mulher com deficiência, com o fiel objetivo de somar esforços para que meninas e mulheres com e sem deficiência, possam ter seu lugar de pertencimento na sociedade, agradecendo a votação”.

Conforme o Decreto n. 13.373/12, entre as competências do conselho estão a promoção e o incentivo à política estadual, visando eliminar as discriminações que atingem a mulher, possibilitando sua integração e promoção como cidadã, em todos os aspectos da vida econômica, social, política e cultural do Estado, assim como a promoção e o apoio de estudos, debates e pesquisas relativos à condição da mulher; promover e apoiar estudos, debates e pesquisas relativos à condição da mulher, entre outras ações e políticas voltadas aos direitos da mulher.

O CEDM/MS é composto de dezesseis integrantes titulares e respectivos suplentes, sendo oito representantes do Governo do Estado e oito da sociedade civil organizada.

Participaram da Reunião Plenária as conselheiras Ana Patrícia Nassar,  Cristiane Sant’anna de Oliveira, Zeliana Luiza Delarissa Sabala, Rita de Cássia Fuentes Luz Suenaga, Edna Regina Alvarenga Bonelli, Camila Pereira, Alice Adolfa Miranda Ploger Zeni, Ana Paula dos Santos Campos, Coronel Neidy Nunes Barbosa Centurião, Viviane Gorete Sônego, Janice Terezinha Andrade da Silva e Jucleides Silveira Pael Acará.

A publicação está disponível nas páginas 230 e 231 da edição n.11.323 do Diário Oficial desta segunda-feira (20).

Raquel dos Passos, SAD

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *